A oferta de alface continua reduzida em Ibiúna e Mogi das Cruzes (SP), reflexo do atraso no ciclo de desenvolvimento da folhosa devido às chuvas em boa parte do mês de junho

 

Além disso, as alfaces estão menores e, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, parte das americanas apresenta problemas de formação, por conta das temperaturas mais baixas.

Nesse cenário, os preços subiram. Em Mogi das Cruzes, a alface crespa se valorizou 16,09% na comparação entre a semana de 26 a 30 de junho e a anterior, com média de R$ 23,33/cx com 20 unidades no encerramento de junho.

Em Ibiúna, a americana teve média de R$ 15,67, alta de 3,75% na mesma comparação.

 

Fonte: Cepea

Veja também:  Embrapa lança citros para parques e jardins

Comente esta matéria

%d blogueiros gostam disto: