Algodão: média do indicador em março é a maior desde abril/11

As cotações do algodão em pluma subiram em boa parte de março

O Indicador CEPEA/ESALQ subiu 5,41% no acumulado do mês, fechando a R$ 7,2585/lp no dia 31 – no dia 29 de março, especificamente, o Indicador atingiu R$ 7,2799/lp, máxima nominal da série histórica do Cepea, iniciada em 1996. A média do Indicador em março foi de R$ 7,0445/lp, a maior da série do Cepea, em termos nominais.

Já em termos reais (IGP-DI – fevereiro/22), a média ficou 0,92% acima da de fevereiro/22 e 24,67% maior que a de março/21, sendo, também, a maior desde abril/11 (quando esteve em R$ 8,7215/lp, em termos reais). Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso veio especialmente da posição firme de vendedores, que estiveram atentos às elevações dos valores internacionais e da paridade de exportação.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Do lado comprador, boa parte seguiu sem interesse para novas aquisições, mas os agentes com necessidade imediata tiveram que ceder e pagar valores mais altos.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.