Boi: arroba do boi segue pressionada em 2022

As cotações médias da arroba do boi gordo nas praças mato-grossense e paulista foram fortemente pressionadas em outubro de 2022, de acordo com Imea

As desvalorizações registradas foram de 3,80% e 2,23% respectivamente, ante a setembro de 2022 e os indicadores fixaram-se na média de R$ 251,57/@ e R$ 299,91/@, na mesma ordem, cotações livres de impostos. Mesmo que Mato Grosso tenha alcançado volumes recordes nas exportações em outubro de 2022, o cenário de demanda interna estagnada foi o fator balizador e que mais pressionou as cotações em ambas as praças, visto que a maior parcela da produção é destinada ao mercado interno.

Diante disso, o diferencial de base MT-SP se alongou em 1,37 p.p. e fixou-se em -16,12% – percentual que não era observado desde março de 2016. Para novembro de 2022, espera-se que a demanda nas gôndolas seja impulsionada dado o maior poder aquisitivo do consumidor frente ao pagamento da 1ª parcela do 13º, somado aos eventos como a Copa do Mundo.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

boi
  • Patinando: com a demanda interna ainda enfraquecida e uma boa oferta de animais confinados, a arroba do boi reduziu 0,46% ante a semana passada e fixou-se em R$ 239,51;
  • Menos por @: seguindo o mercado dos machos, as negociações da vaca foram pressionadas em 0,97% no comparativo semanal e fechou na média de R$ 226,85/@;
  • Recuou: como reflexo das paralisações rodoviárias e incertezas do mercado na semana passada, as escalas de abate do boi recuaram 7,77% e o indicador fixou-se em 9,76 dias.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

One thought on “Boi: arroba do boi segue pressionada em 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *