Boi gordo: dificuldade de compra em preços menores

A pressão de baixa sobre as cotações nas ordens de compra das indústrias paulistas surte pouco efeito.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Embora a demanda esteja fraca, a oferta de gado, por outro lado está limitada, fator que tem contido as pressões negativas e impedindo recuos na cotação da arroba.

Em São Paulo, a referência para o boi comum ficou estável na última terça-feira (7/7) na comparação dia a dia, em R$220,00/@, bruto e à vista.

Saldo da balança comercial de Mato Grosso do Sul no 1º semestre cresce 28,27%

As escalas de abate atendem, em média, três dias.

Em Dourados-MS, algumas indústrias da região, as que estão com escalas de abate mais confortáveis, aproveitam o momento para testar o mercado e abriram as compras derrubando a cotação em R$2,00/@. O boi gordo ficou cotado em R$210,00/@, considerando o preço bruto, a prazo, R$209,50/@, com desconto do Senar, e R$207,00/@ com desconto do Funrural e Senar.

O volume de compras foi irrisório.

A expectativa fica por conta da reação do consumo de carne bovina no mercado interno com o recebimento dos salários e dos auxílios ao longo dessa semana.

Por Scot Consultoria

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia https://agronewsbrasil.com.br/voce-sabia-que-as-vacas-enfrentam-mudancas-de-personalidade-na-adolescencia/

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *