Boi gordo: mercado segue em alta no Mato Grosso

Alta no mercado do boi gordo em Minas Gerais, Mato Grosso e Tocantins

Em Minas Gerais, na região de Belo Horizonte, a oferta de gado confinado melhorou, no entanto, a necessidade dos frigoríficos em manter as programações de abate somada à pressão pelos confinadores resultou em alta de R$1,00/@ para todas as categorias destinadas ao abate na última segunda-feira (9/5/21), na comparação diária.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

boi gordo

Segundo levantamento da Scot Consultoria, as cotações do boi, da vaca e da novilha gordos ficaram em R$313,00/@, R$298,00/@ e R$300,00/@, respectivamente, preços brutos e a prazo.

No Norte de Mato Grosso, o fim de semana com escoamento positivo puxou para cima os preços do boi (+R$2,00/@) e novilha (+R$1,00/@) gordos na última segunda-feira. A cotação da vaca gorda ficou estável na região.

Com isso, boi, vaca e novilha gordos foram negociadas em R$305,00/@, R$295,00/@ e R$297,00/@, respectivamente, preços brutos e a prazo.

Por fim, no Norte do Tocantins, a cotação das fêmeas subiu R$1,00/@ em relação à última sexta-feira (6/8). Para o boi gordo, o cenário foi de preços estáveis.

As cotações do boi, da vaca e da novilha gordos ficaram em R$297,00/@, R$290,00/@ e R$292,00/@, respectivamente, preços brutos e a prazo.

Por Scot Consultoria

AGRONEWS – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.