Boi: Mato Grosso teve incremento

No mercado do boi, com a atualização recente dos custos de produção realizada pelo Imea, houve incremento para os três sistemas em Mato Grosso

Os sistemas que apresentaram maiores variações positivas no 3º trimestre de 2022 ante o 2º trimestre de 2022 nos custos de produção total (COT) foram os de cria e ciclo completo, com 2,09% e 3,46%, respectivamente no período e fixaram-se na média de R$ 181,52/@ e R$ 154,67/@, na mesma ordem.

Apesar de a queda no preço da saca do milho ter impactado no declínio dos preços dos concentrados em 1,60% ante o 2º trimestre de 2022, os custos com a suplementação em ambos os sistemas continuaram em alta, com média de R$ 46,80/@ para a cria e R$ 32,31/@ para o ciclo completo. Esse cenário foi puxado especialmente pelo custo com o sal mineral, o qual se valorizou em 2,64% no período analisado.

Por fim, o sistema com a menor elevação foi o de recria-engorda, que aumentou em 0,12% no mesmo comparativo, na média de R$ 265,50/@.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro do Boi

boi
  • Arroba em queda: com a entrada da segunda quinzena do mês e as escalas de abate confortáveis, as cotações foram pressionadas em 0,98% ante a semana passada;
  • Lado a lado: na mesma conjuntura do mercado dos bois, a arroba da vaca gorda decresceu 1,22% na última semana e fixou-se na média de R$ 238,91;
  • Leve alta: com o aumento das chuvas e leve incremento na procura por animais de reposição, o preço do bezerro de ano valorizou 0,26% no comparativo semanal.

Por Daniele Balieiro/AGRONEWS® com informações do Imea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *