Boi: relação de troca favorável para pecuarista

Relação de troca do boi se tornou favorável para o pecuarista diante da desvalorização mais intensa no preço do milho ante os preços do bezerro de ano e do boi gordo

Por Daniele Balieiro/AGRONEWS® com informações do Imea

Pautados no cenário de maior oferta dentro da porteira, em termos nominais os preços médios da arroba do bezerro de ano e do boi gordo desvalorizam-se aproximadamente 14,00% e 9,00%, respectivamente, no comparativo com agosto de 2021 e fixaram-se na média de R$ 379,66 e R$ 271,64, na mesma ordem.

No entanto, nesse mesmo período a cotação média da saca do milho apresentou recuo ainda maior, de 19,83% no comparativo anual, e o indicador fixou-se na média de R$ 62,82/sc.

Desse modo, em agosto de 2022 uma arroba de bezerro de ano e de boi gordo conseguiu adquirir 6,04 e 4,32 sacas de milho, respectivamente, enquanto em agosto de 2021 a aquisição era de 5,60 e 3,84 sacas do grão – resultados 7,88% e 12,70% superiores para os indicadores na mesma ordem.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

Menos por arroba: com a demanda ainda abaixo do esperado para reposição de estoques nas gôndolas, a arroba do boi gordo registrou queda de 0,69% no comparativo semanal.

Desvalorização: o mesmo movimento de recuo foi observado com menor intensidade no preço médio da vaca gorda, a qual ficou cotada a R$ 249,95/@ na última semana.

Futuro em alta: o mercado futuro com vencimento para outubro de 2022 registrou incremento de 0,03% ante a semana passada, pautado pela perspectiva de baixa oferta de bovinos.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.