Diárias de Mercado

Café: dólar e cotações externas impulsionam preços do arábica no Brasil

Após a forte queda em janeiro e no início de fevereiro, os preços do café arábica voltaram a subir nos últimos dias, de acordo com pesquisas do Cepea

Do dia 3 até 18 deste mês, o Indicador CEPEA/ESALQ do café tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista aumentou 7,5%, fechando a R$ 488,00/saca de 60 kg nessa terça-feira. A forte elevação está atrelada aos novos avanços do dólar frente ao Real e às cotações externas do grão.

Siga-nos no instagram https://www.instagram.com/agronews/

Quanto à liquidez no mercado físico do arábica, apesar da alta, os negócios seguiram em ritmo mais calmo que o registrado entre novembro e dezembro de 2019. Pesquisas do Cepea apontam que os preços do robusta também avançaram nas últimas semanas, ainda que de forma menos expressiva que os do arábica.

Do dia 3 até o 18 deste mês, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 acima, avançou 3,4%, a R$ 309,80/saca de 60 kg nessa terça-feira. As cotações foram impulsionadas pelos avanços no cenário externo – os futuros refletiram fatores técnicos e preocupações quanto ao clima mais seco no Vietnã –, especialmente pela valorização do dólar.

AGRONEWS BRASIL – INFORMAÇÃO PARA QUEM PRODUZ

Leia também:

Fonte: Cepea

Artigos relacionados
Mercado FinanceiroNotícias

Exportações do agronegócio alcançam recorde em abril, com US$ 14,86 bilhões

Mercado FinanceiroNotícias

Café: safra 2022 pode chegar a 53,4 milhões de sacas, afirma Conab

Mercado FinanceiroNotícias

Volume de exportação dos cafés diferenciados corresponde a 14,7% do total exportado

Diárias de Mercado

Café: clima frio deixa produtores em alerta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.