Diárias de Mercado

Café: preços devem recuar no mercado interno

O mercado brasileiro de café deve ter uma terça-feira de poucos negócios e de preços sob pressão, acompanhando mais um dia de perda nas cotações internacionais. O dólar opera em leve alta neste momento, tentando se recuperar da queda de ontem. Nova York cai mais 1%.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

O mercado teve uma segunda-feira de preços mais baixos. A forte baixa do arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) combinada com a queda do dólar pressionou o mercado nacional. E, assim, o dia foi travado na comercialização, com fracos negócios.

No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa com 15% de catação terminou o dia em R$ 840,00/845,00 a saca, estável. No cerrado mineiro, arábica bebida dura com 15% de catação teve preço de R$ 850,00/855,00 a saca, inalterado.

Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 640,00/645,00 a saca, sem alterações. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, ficou em R$ 480,00/485,00 a saca, estável.

Exportações

As exportações brasileiras de café em grão em junho chegaram a 1.178.425 sacas de 60 quilos no acumulado do mês até o dia 13, com 8 dias úteis computados (média diária de 147.303 sacas), com receita chegando a US$ 162.159.100 (média diária de US$ 20,270 milhões), e preço médio de US$ 137,61 por saca.

A receita média diária obtida com as exportações de café em grão em junho é 51,27% maior no comparativo com a média diária de junho de 2020, que fora de US$ 13,4 milhões. Já o volume médio diário embarcado é 31,11% maior que o de junho de 2020, que tinha o registro de 112.348 sacas diárias de média. As informações partem da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Bolsa de Nova York

Os contratos com entrega em setembro registram desvalorização de 1,05% na Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE), cotados a 154,55 centavos de dólar por libra-peso.

A posição setembro/2021 fechou a segunda-feira a 156,20 centavos, queda de 3,40 centavos, ou de 2,1%.

Câmbio

O dólar comercial registra alta de 0,03% a R$ 5,073. O Dollar Index registra ganho de 0,13% a 90,64 pontos.

Por Dylan Della Pasqua – Agência Safras

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados