EspecialistasNotícias

Campeões Olímpicos revelam segredo da dieta vencedora – leite

Beber leite foi fator decisivo para que Campeões Olímpicos alcançassem o pódio. Tornar-se um atleta olímpico não é tarefa fácil, requer paixão, dedicação e uma verdadeira vantagem competitiva. Sem falar nas milhares de horas de treinamento intenso acompanhado de uma dieta estratégica. Para a maioria dos atletas olímpicos, essas dietas incorporam carboidratos, gorduras saudáveis, frutas, vegetais e muita proteína.

Campeões Olímpicos a base de leite

Durante as Olímpiadas de Tóquio, atletas de diversos países competiram pela medalha de ouro. Todos estes competidores sabem muito bem a importância de uma boa alimentação para alcançarem excelentes resultados, este é o caso destas atletas olímpicas que revelaram o segredo da sua dieta vencedora: leite.

Elle Purrier St. Pierre – Atletismo

Uma produtora de laticínios de Vermont que se tornou mundialmente renomada estrela da pista, não tem vergonha de compartilhar sua paixão por produtos lácteos. Esta garota da fazenda pode ser vista desfrutando de um copo frio de leite depois de uma longa corrida ou uma fatia de queijo repleta de proteínas após um treino intenso.

‎”Vocês sabem que o leite tem sido parte da minha educação e treinamento. A ética de trabalho que aprendi em nossa fazenda de laticínios ajudou a alimentar minhas atividades.“, esclarece Elle Purrier. Veja abaixo a sua performance na pista após um bom copo de leite:

Katie Ledecky – Natação

A atleta se tornou famosa por uma infinidade de razões, incluindo o fato de que ela pode nadar através de uma piscina olímpica com um copo de leite de chocolate em cima de sua cabeça. Esta nadadora mais condecorada de todos os tempos se tornou viral em 2020 depois de compartilhar com exclusividade como reabastece seu corpo com leite de verdade. Confira o vídeo abaixo.

Competindo na primeira prova dos 1500 metros livre, Ledecky levou para casa o ouro. Durante a corrida, comentaristas da NBC Sports falaram sobre seu intenso regime de treinamento e nutrição. Especificamente, a fala sobre como ela abastece seu corpo pela manhã com mingau de aveia – feito com leite, manteiga de amendoim e frutas, e depois derruba uma garrafa de 12 onças de leite de chocolate após cada corrida ou treino.

Simone Biles – Ginástica

Depois de passar horas na academia, esta atleta olímpica opta por se reabastecer com 26 gramas de proteína de alta qualidade à base de lácteos. “Nos meses que antecederam os Jogos Olímpicos, usar o Core Power para apoiar minha recuperação tem sido essencial“, disse Biles em um comunicado à imprensa da Fairlife.

“Como os fãs do Core Power sabem, é uma ótima maneira de reabastecer e construir músculos magros depois de um treino duro, e eu adoro que isso possa fazer parte da rotina de treino de todos.”, afirma a medalhista.

Mykayla Skinner – Ginástica

Outra ginasta movida a produtos lácteos é Mykayla Skinner. Ela competiu recentemente nos Jogos Olímpicos de 2020 como especialista em aparelhos individuais e já foi suplente da equipe olímpica de 2016. Antes de ir para Tokoyo, Skinner compartilhou em seu canal no YouTube como ela se recuperou com leite de chocolate após um treino durante os Testes Olímpicos.

Campeões Olímpicos

Bill Kolinske – Vôlei de Praia

Depois de crescer em Dairyland, na América, este nativo de Wisconsin virou jogador de vôlei de praia e sabe o que é preciso para se recuperar depois de um treino intenso. Beber leite de verdade e consumir produtos lácteos também fazem parte do cotidiano deste atleta olímpico.

Leite pode ser a melhor opção após o exercício

Os benefícios de saúde do leite – que tem carboidratos e eletrólitos, cálcio e vitamina D – já são bastante conhecidos. A novidade fica por conta da constatação de que a bebida contém também as duas melhores proteínas para a reconstrução dos músculos – o que ajuda no desempenho de atletas.

Os músculos se danificam após uma bateria intensa de exercícios aeróbios como correr, jogar futebol ou andar de bicicleta. A caseína e a proteína do soro do leite (também conhecida como “whey protein”) são precisamente o que o organismo necessita para regenerar músculos rapidamente.

leite
Dwayne “The Rock” Johnson Bebendo leite em comercial para o Super Bowl

A nutricionista do Medical Research Council do Reino Unido, Glenys de Jones, explica que o conteúdo de proteína de leite torna-o uma bebida pós-exercício ideal. “O leite fornece os blocos de construção de que você precisa para construir novos músculos”, compara Glenys, que não tem laços com a indústria de laticínios. Ela lembra que as bebidas esportivas, embora substituam principalmenteos carboidratos e eletrólitos perdidos, elas geralmente não possuem os nutrientes necessários para os músculos se regenerarem.

Especialistas têm se dividido sobre a eficiência do leite como bebida esportiva. Além dos cientistas, os produtores de leite também estão espertamente ansiosos para entrar no mercado multibilionário, muitas vezes patrocinando pesquisas sobre os benefícios do leite de atletismo. E assim, o debate continua com o leite recendo muita atenção.

Em um estudo publicado na Revista Applied Physiology, Nutrition and Metabolism, os pesquisadores descobriram que pessoas que beberam leite após o treinamento foram capazes de se exercitar durante mais tempo na sua próxima sessão, se comparado às pessoas que haviam ingerido bebidas esportivas ou água.

É a forma de hidratos de carbono e os nutrientes do leite que é mais importante”, analisa Emma Cockburn, professora de esportes e treinadora da Universidade de Northumbria, Inglaterra e responsável pelo estudo.

Emma aconselha os atletas a beber leite imediatamente após o treino. “Os danos causados pelo exercício levam a um colapso das estruturas de proteínas nos músculos, mas isso só acontece entre 24 e 48 horas mais tarde”, explica. Se os atletas beberem leite logo após o exercício, no momento em que ele for digerido, os nutrientes do leite já estarão prontos para serem absorvido pelos músculos que foram atingidos. Por ser esvaziado do estômago mais lentamente do que as bebidas esportivas, o leite mantém o corpo hidratado por mais tempo.

E então, você já tomou sua dose de proteína hoje? comente!

Por: Vicente Delgado, *com informações da Dairy Herd Management E Hypersciece

AGRONEWS – Informação para quem produz

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados