Canola apresenta boa perspectiva de produtividade

Canola apresenta boa perspectiva de produtividade

Em geral, os cultivos de canola encontram-se em ótimo aspecto e com boa perspectiva de produtividade, de acordo com o Informativo Conjuntural, da Emater/RS-Ascar. Na regional de Santa Rosa, a fase predominante dos cultivos de canola é a do florescimento, que já atinge 55% das áreas, e avança em 29% das lavouras para enchimento de grãos.

As geadas de julho provocaram prejuízos nas lavouras que estavam em floração e enchimento de grãos, mas poderão ser minimizados em função da possibilidade de essas plantas emitirem novas flores. Durante a semana foi observada a condição das lavouras que estavam em floração durante as geadas: em algumas, notam-se danos às plantas que estão em formação das primeiras síliquas na parte basal dos racemos.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Nas áreas de implantação mais tardia, produtores relatam enrugamento das folhas em cultivos nas baixadas, por conta do forte impacto das geadas nesses locais. A última semana se caracterizou pelo predomínio de tempo seco, havendo uma elevação da temperatura a partir do dia 04/08. Foram registradas geadas de baixa intensidade em algumas regiões, principalmente nas áreas mais baixas.

Trigo

Em geral, a umidade dos solos está abaixo da ideal para o bom desenvolvimento do trigo e dificulta a realização de tratos culturais. A cultura encontra-se majoritariamente na fase de germinação e desenvolvimento vegetativo (94%) e uma pequena parcela já em floração (6%).

trigo

Na regional da Emater/RS-Ascar de Ijuí, as lavouras de aveia branca evoluem para o estádio reprodutivo; 23% da área está em floração e 25% em elongação e emborrachamento.

Nas áreas semeadas mais no cedo, as plantas estão emitindo as panículas com tamanho reduzido e baixo número de sementes, evidenciando redução do potencial produtivo. As geadas provocaram abortamento de flores e interromperam o desenvolvimento inicial das sementes nas lavouras cultivadas em áreas mais baixas. Nas demais, o desenvolvimento é lento, com plantas de menor porte e folhas estreitas. As condições fitossanitárias são excelentes até o momento.

Nas regiões administrativas da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Soledade, Erechim e Ijuí, as lavouras de cevada em desenvolvimento vegetativo perfilhando e com elongação dos entrenós, apresentam estande de plantas e bom estado fitossanitário. As plantas que sofreram danos provocados pelas geadas começam a se recuperar.

Eventuais prejuízos serão constatados mais adiante, no período de colheita, quando os grãos destas áreas possivelmente estarão mais atrasados e com maior umidade. Por conta do déficit hídrico, agricultores aguardam o retorno da umidade dos solos para retomarem os tratos culturais.

Fonte: Emater

AGRONEWS – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.