Diárias de Mercado

Citros: consumo se enfraquece e oferta limitada sustenta cotações

De acordo com pesquisas do Cepea, o consumo de laranja in natura se enfraqueceu nos últimos dias, devido ao clima chuvoso em algumas regiões de São Paulo e à menor qualidade das frutas

Contudo, a oferta limitada de laranja pera com boa qualidade ainda sustenta as cotações. Na parcial desta semana (de segunda a quinta-feira), a média de comercialização da variedade é de R$ 33,42/cx de 40,8 kg, na árvore, praticamente estável (+0,1%) em relação à do período anterior.

Siga-nos no facebook e instagram

Quanto à colheita da tangerina poncã, deve se iniciar nas próximas semanas, segundo agentes consultados pelo Cepea, principalmente no sul de Minas Gerais, onde o desenvolvimento das frutas é mais acelerado.

Para a lima ácida tahiti, o pico de oferta, a demanda desaquecida e a qualidade aquém do esperado (devido aos elevados volumes de chuvas nas últimas semanas) resultaram em nova queda nos preços. A tahiti é negociada a R$ 9,94/cx com 27 kg, colhida, desvalorização de 6,1% em relação à semana passada.

AGRONEWS BRASIL – INFORMAÇÃO PARA QUEM PRODUZ

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/expoagro-2020-volta-com-forca-total/

Fonte: Cepea

Artigos relacionados
Diárias de Mercado

Citros: tempo frio limita demanda e preços caem

Diárias de Mercado

Citros: preço segue enfraquecido no mercado interno

Diárias de MercadoNotícias

Citros: preço da laranja recua em maio de 2022

Diárias de Mercado

Citros: preço da laranja recua; tahiti se valoriza em abril de 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.