Citros: tahiti tem preço recorde nominal em junho

Nesse cenário, os preços da fruta dispararam, atingindo em junho a maior média para o mês na série histórica do Cepea, em termos nominais.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

No geral, segundo colaboradores do Cepea, as cotações de tahiti já vinham subindo no mercado de mesa desde abril, por conta da intensificação das vendas, devido à pandemia, e pela desaceleração da colheita em maio e junho – naqueles meses, produtores reduziram as atividades, no intuito de manter os preços em patamares elevados.

No final de junho, o movimento de alta foi intensificado pela redução significativa da oferta. Assim, a fruta chegou a ser negociada a R$ 60,00/cx de 27 kg, colhida, mas a média de junho/20 foi de R$ 32,42/cx, mais que o dobro da verificada em junho de 2019 (+124%).

Por Cepea

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/cuidados-essenciais-com-os-equinos-durante-o-inverno/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.