ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 14 a 20 de junho 2022, veja a previsão do tempo no Brasil

climatempo 14 a 20 de junho 2022

Assista o Boletim CLIMATEMPO 14 a 20 de junho 2022 e veja a previsão do tempo no Brasil.

CLIMATEMPO 14 a 20 de junho 2022

Neve no Chile, ventos e mar agitado na Argentina e Uruguai

A mesma massa de ar polar que é muito fria e seca também predomina no sul da América do Sul, trazendo temperaturas negativas e ocorrência de geadas sobre nossos vizinhos, como Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile.

De acordo com os dados de aeroportos, La Paz, Bolívia registrou -8°C na manhã de segunda-feira (13). Em San Carlos Baril, Argentina, fez -3°C; em Durazno, Uruguai, -1°C. Já Buenos Aires começou a segunda com 5°C, e Montevidéu registrou temperatura de 1°C.

Argentina

O tempo seco predomina ao longo da semana na Argentina. A massa de ar frio gradativamente perde força, mas ainda serão observadas temperaturas negativas nas mais regiões mais frias do país, como nas Cordilheiras e no sul.

Em Buenos Aires, as temperaturas sobem um pouco mais a partir de terça-feira (14) e o sol predomina ao longo de todo o dia, prevalecendo aquele “céu de brigadeiro” na cidade. O tempo muda na quinta-feira (16), quando temos a entrada de umidade favorável, a formação de nevoeiros e o aumento de nebulosidade, mas sem previsão de chuva nesta semana.

Atenção aos ventos e agitação marítima entre a partir de sexta-feira (17) e ao longo do sábado (18), devido à formação de um ciclone afastado da costa da região. Ondas de até 3 metros e ventos de até 70 km/h atingem as áreas costeiras da província de Buenos Aires.

A umidade do ar fica abaixo do ideal (abaixo dos 30%) durante esta semana no norte e meio oeste da Argentina. E a chuva pode vir apenas no extremo sul do país, como na província de Santa Cruz e Tierra del Fuego, entre quinta (16) e sexta-feira (17), em forma de chuva congelada e neve.

Chile

No Chile, a incursão de ar úmido vindo do Oceano Pacífico e a formação de uma área de baixa pressão atmosférica volta a provocar chuva na metade sul do país, como em Aisén, Los Lagos, Los Ríos e Araucanía. A chuva chega até a região dos Andes e cai em forma de neve, com previsão de 1 cm a 5 cm de neve.

Em Santiago, não chega a nevar, mas volta a chover a partir da tarde de quarta-feira (15) e ao longo de toda a quinta-feira (16). Já na região de San José del Maipo (como a turística área de Cajon del Maipo e Valle Nevado), a previsão é de neve na quarta (15) e no decorrer da quinta-feira (16). As temperaturas ficam negativas, pelo menos até o sábado (18).

No norte do país, o tempo firme predomina, com temperaturas mínimas variando de -5°C a 0°C em áreas montanhosas e entre 9°C e 12°C no litoral e planícies do norte do país.

Uruguai

Assim como no Rio Grande do Sul, o Uruguai continua sob influência da massa de ar seco e fria, que deixa o céu aberto neste início de semana. Para a manhã de terça-feira (14), a temperatura fica gradativamente mais alta, com baixo risco de geadas. Em Montevidéu, estão previstas temperaturas entre 8°C e 16°C ao longo do dia, com muito sol.

A previsão é que mudanças comecem a partir da quarta-feira (15), quando ventos transportam ar úmido desde o Paraguai até o Rio Grande do Sul e Uruguai. Por isso, volta a chover com maiores volumes e há risco de temporais no norte e nordeste do Uruguai. Com a passagem de uma frente fria na sexta-feira (17), a chuva se espalha ligeiramente pelo estado, mas sem grande intensidade.

Atenção aos ventos e agitação marítima entre a noite de sexta-feira (17) e sábado (18), devido à formação de um ciclone afastado da costa da região.

Semana começa fria e seca em São Paulo

A massa de ar polar continua atuando no centro-sul do país, mantendo as temperaturas baixas e impedindo a formação de nuvens carregadas em grande parte do Sudeste. A segunda-feira (13), amanhece gelada em muitas regiões do estado de São Paulo.

Há previsão de geada na Serra da Mantiqueira e no sul paulista, mas de forma isolada é possível ver o fenômeno em outros lugares. A cidade de Rancharia, os municípios altos que ficam entre as regiões de Campinas, Pirassununga e Franca e até mesmo em pontos da cidade de São Paulo, como região da Capela do Socorro, Marsilac e Parelheiros podem registrar geada ao amanhecer.

Durante o dia, com o predomínio do sol, a temperatura até sobe, principalmente pelo norte paulista, mas a sensação será de frio o dia todo. À tarde a umidade relativa do ar cai e fica abaixo de 30% em quase todo o estado, inclusive na capital.

Atenção para baixa umidade do ar.

Os ventos que sopram do mar aumentam a nebulosidade na faixa leste do estado de São Paulo na madrugada e manhã de terça-feira (14). Há condições para chuviscos na Grande São Paulo e no litoral, mas durante o dia o sol aparece com variação de nuvens.

As temperaturas continuam baixas em todos os municípios do estado, principalmente ao amanhecer. Não chove no decorrer do dia no em todas as regiões do estado e a umidade do ar volta cair no centro-norte paulista, com índices inferiores a 30%.

Quarta-feira (15), as instabilidades que se formam no Centro-Oeste do Brasil, avançam em direção ao estado de São Paulo, aumentando as condições para chuva no interior. As pancadas acontecem no decorrer do dia, intercalando períodos de sol, mas não há previsão de grandes alertas.

Amanhecer com nevoeiro na capital, mas que aos poucos se dissipa dando lugar ao sol. O tempo continua firme na cidade de São Paulo, no litoral e nas cidades de Campinas, São Carlos e Franca.

Temperaturas entram em gradativa elevação

As instabilidades se afastam rapidamente e o tempo volta ficar firme na quinta-feira (16). As madrugadas e manhãs, continuam com temperaturas mais baixas, mas a tarde com a presença do sol, as temperaturas voltam subir.

O amanhecer ainda começa com temperaturas mínimas entre 12 e 13 graus, mas a tarde, cidades como Bauru e Presidente Prudente voltam ter temperaturas mais altas com máximas de 26 °C. Em São José do Rio Preto, as temperaturas sobem mais, chegando a 27 °C. Na capital, as temperaturas também sobem mais em relação ao começo da semana, e a máxima chega aos 23 °C.

Tendência

A semana começa fria, mas aos poucos a temperatura sobe gradativamente nos próximos dias. Na sexta-feira (17), a chegada de uma nova frente fria sobre a costa do Sudeste promete mudar o tempo novamente no estado. As pancadas de chuva retornam de forma isolada em alguns municípios, inclusive na Grande São Paulo. O próximo fim de semana será mais úmido e com temperaturas mais baixas!

Fique de olho nas nossas atualizações!

Fonte: CLIMATEMPO

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 21 a 27 de junho 2022, veja a previsão do tempo no Brasil

GeralNotícias

La Niña: inverno deve ter chuvas abaixo da média no Sul e no Sudeste

ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 07 a 13 de junho 2022, veja a previsão do tempo

ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 31 de maio a 06 de junho 2022, veja a previsão do tempo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.