ClimatempoPrevisão do tempo

CLIMATEMPO 14 de novembro 2021, veja a previsão do tempo no Brasil

Assista o Boletim CLIMATEMPO 14 de novembro 2021 e veja a previsão do tempo no Brasil neste domingo.

Esta previsão do tempo contém informações sobre a temperatura mínima e máxima prevista, além de destaques relevantes dos últimos dias.

A chuva vai seguir concentrada por toda a região central do país ao longo deste domingo, não se descarta pancadas de chuvas frequente sobre áreas do leste de Mato Grosso, também sobre Goiás, o que inclui a região do Distrito Federal por parte do leste e sul da Bahia e por todo o estado do Tocantins.

Nas demais áreas do norte do país a previsão é de sol e pancadas de chuva a partir do período da tarde. O tempo vai seguir firme e ensolarado por todo o interior do Nordeste. Nas outras áreas do centro e sul do país, a massa de ar seco segue impedindo a formação de nuvens carregadas.

O tempo vai ficar ensolarado e firme sobre os três estados da região sul, e também sobre o estado de São Paulo. Na capital Porto Alegre a máxima chega aos 31º, faz 25º no Rio de Janeiro e 28º em Salvador.

Assista abaixo o Boletim CLIMATEMPO 14 de novembro 2021

Padrão de chuva

De acordo com a simulação canadense CanSIPS, espera-se um padrão típico do fenômeno no Brasil com chuva acima da média nas Regiões Norte e Nordeste e no norte das Regiões Sudeste e Centro-Oeste entre dezembro de 2021 e fevereiro de 2022.

Por outro lado, a Região Sul e os estados de São Paulo e de Mato Grosso do Sul receberão menos chuva que o normal com chance de algumas estiagens regionalizadas.

Temperatura

A temperatura permanecerá próxima ou abaixo da média na maior parte do país, seja pela presença de ondas de frio mais intensas ou pela chuva persistente. O calor acima do normal predominará apenas no leste do Nordeste e no Rio Grande do Sul.

Impacto na Agricultura

O prolongamento do La Niña para o outono de 2022 aumenta a chance de estiagem no milho segunda safra do Paraná e de Mato Grosso do Sul, comenta Celso Oliveira, meteorologista.

“As lavouras serão instaladas de forma mais precoce que em 2021, mas não devem escapar de algum déficit hídrico entre abril e meados de maio nos dois Estados”, comenta Oliveira.

Fonte: CLIMATEMPO

AGRONEWS® Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados