Com -62,4ºC, zona rural na Rússia atinge temperatura de marte

Parece loucura, mas zona rural na Rússia atinge -62,4ºC negativos, temperatura equivalente ao encontrado em marte. Confira!

A Sibéria está atualmente passando por um período de tempo extremamente frio. No domingo, 15 de janeiro, foram registradas temperaturas de -62.4°C (-80.32°F) em Tongulakh, zona rural da República de Sakha, na Rússia.

Com -62,4ºC, zona rural na Rússia atinge temperatura de marte

As temperaturas foram relatadas pela Ventusky, uma empresa meteorológica baseada na República Tcheca. Eles explicam que isso é um “novo mínimo histórico” para a estação em Tongulakh e a temperatura mais baixa na Sibéria desde 2002.

Não foi apenas Tongulakh que sentiu o frio intenso neste fim de semana. Várias áreas da República de Sakha, logo a leste dessa estação, também registraram temperaturas bem abaixo de -50°C (-58°F) no domingo.

Zona rural na Rússia atinge temperatura de marte

Para se ter uma ideia, isso é comparável à temperatura média em Marte. Embora as temperaturas na superfície do planeta vermelho possam variar de até 20 °C (68 °F) a -153 °C (-243 °F), a temperatura média anual é de cerca de -62 °C (-80°F).

As temperaturas atuais que estão atingindo a Sibéria não estão longe de quebrar recordes históricos. A temperatura mais baixa já registrada no hemisfério norte foi documentada em Oymyakon, na República de Sakha, em 6 de fevereiro de 1933, quando as temperaturas caíram para -67.7°C (-90°F).

Como ainda é apenas janeiro, ainda há muito tempo para quebrar este recorde.

Do outro lado, os verões na Sibéria também estão alcançando um extremo surpreendente. Em junho de 2021, foram detectadas temperaturas de 48°C (118°F) em Verkhoyansk, uma cidade siberiana dentro do Círculo Ártico.

Assim como os cientistas do clima alertaram, fica claro que as temperaturas extremas em ambos os extremos do espectro estão se tornando mais comuns e intensas.

* Com informações de Iflscience

AGRONEWS® é informação para quem produz

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *