Mercado Financeiro

Confira o desempenho da exportação das carnes durante o mês de março

Desempenho exportador das carnes nos dois primeiros decêndios de março

Desempenho exportador das carnes nos dois primeiros decêndios de março

Completados os dois primeiros decêndios de março (1 a 20, 15 dias úteis), as exportações de carnes seguem superando os resultados de fevereiro passado e de março de 2020.

Em valores relativos, o melhor desempenho continua sendo o da carne suína – cujo embarque médio diário registra aumento de 53% em um ano e vem acompanhado de uma melhora anual de 2,31% no preço médio. Isso, naturalmente, proporciona aumento de receita (pela média diária) de quase 57%. Suas exportações somam, até aqui, 66,1 mil toneladas, resultado que sinaliza, para a totalidade do mês, volume que ultrapassa as 100 mil toneladas, 60% a mais que o exportado há um ano.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Ainda em valores relativos, quem vem na sequência, embora com expansão significativamente menor, é a carne de frango: seus embarques diários foram, até agora, 9,2% maiores que os de um ano atrás. Infelizmente, porém, seu preço médio continua inferior ao de março de 2020 (queda de 1,47%) e, com isso, o aumento na receita média diária não chega a 8%. De toda forma, o embarcado nas três últimas semanas – pouco mais de 244 mil toneladas – projeta para o mês volume da ordem de 374 mil toneladas, 14% a mais que o registrado há um ano. E, aqui, a receita cambial também aumenta, podendo alcançar incremento anual de 12,5%.

Esse é, praticamente, o mesmo índice de expansão projetado para a receita cambial da carne bovina. Que, a despeito de um aumento no volume médio diário que não chega a 3,5%, registra incremento de quase 4,5% no preço. E como, por ora, seus embarques se encontram próximos das 89 mil toneladas, o sinalizado para a totalidade do mês é um volume em torno das 136 mil toneladas, 8% a mais que o exportado em março do ano passado.

exportação de carne

Por Avisite

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados