Mercado Financeiro

Consumo domiciliar de frango cai já de ovos quase dobra

Divulgados na sexta-feira, 3, os resultados relativos à “Avaliação Nutricional da Disponibilidade Domiciliar de Alimentos no Brasil” (levamento integrante da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2017-2018, do IBGE) apontam que, em comparação ao início deste século, o consumo domiciliar de frangos sofreu redução próxima de 10%, enquanto o de ovos quase dobrou

Por sinal, considerados os cinco alimentos de origem animal – carnes bovinas e suínas, frango, leite e ovos – somente os ovos não registraram queda no consumo domiciliar. Neste caso, o menos afetado foi o frango (-9,81%), vindo a seguir as carnes suínas (-14,30%), as carnes bovinas (-20,95%) e, por fim, o leite, com redução de consumo superior a 40%.

Siga-nos no facebook e instagram

Notar que esses dados se referem exclusivamente aos alimentos in natura consumidos domiciliarmente. Ou seja, não abrangem os industrializados e nem o consumo fora do domicílio.

Curiosidade: considerado conjuntamente, o consumo de aves e ovos recuou cerca de 4% em relação ao que foi levantado na POF de 2008/09. Mas apresentou leve alta (+1,8%) em relação à POF de 2002/03, as aquisições domiciliares per capita passando de 15,288 kg para 15,568 kg.

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/justica-aceita-pedido-preparatorio-de-recuperacao-judicial-de-produtores-rurais-com-divida-de-r-40-milhoes/

Fonte: Avisite

Artigos relacionados
Diárias de Mercado

Frango: poder de compra recua em junho em 2022

Mercado FinanceiroNotícias

Veja a evolução das exportações de carne de frango em 10 anos

Mercado FinanceiroNotícias

Custos de produção de suínos caem em maio; produzir frango ficou mais caro em 2022

Diárias de Mercado

Frango: receita de exportação é recorde em 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.