Mercado Financeiro

Desempenho de exportação das carnes durante o mês de abril de 2020

Completadas quatro das cinco semanas de abril (ou 16 de um total de 20 dias úteis), somente a carne de frango continua apresentando resultado negativo quer no volume, quer na receita cambial. Mas sem que retroceda a resultados que sejam alarmantes. Pelo contrário. Mas o desempenho das carnes suína e bovina permanece bem melhor

Consideradas as médias diárias até aqui registradas (correspondentes a 80% dos dias úteis de abril e, portanto, sujeitas a alterações mínimas até o fechamento do mês, nesta quinta-feira), as carnes bovina e suína vêm tendo resultados muito próximos tanto no volume como na receita cambial.

Siga-nos no facebook e instagram

Assim, comparativamente a abril de 2019, enquanto o volume de carne bovina aumentou 12%, o da carne suína é cerca de 14% superior. E na receita, o incremento se encontra em 29,62% e 28,47%, respectivamente.

Já a carne de frango apresenta decréscimo de 2,5% no volume e de 10% na receita cambial. Mas como abril corrente tem um dia a menos que o mesmo mês do ano passado, essas quedas tendem a se acentuar: para 7,12% no volume mensal e para 14,36% na receita. Resultados que podem significar embarques de 310 mil toneladas e receita próxima de US$458,5 milhões.

0 62
Tabela Avisite

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/atencao-produtor-rural-para-os-prazos-da-vacinacao-contra-a-febre-aftosa/

Por Avisite

Artigos relacionados
Mercado FinanceiroNotícias

Carne de frango: margens do produto exportado se mantêm estáveis

Diárias de Mercado

Frango: preço médio da carne recua nesta parcial de maio

Mercado Financeiro

Carne bovina obtém, na exportação, o melhor quadrimestre de todos os tempos

Diárias de Mercado

Suínos: média de preço da carne na parcial de maio está acima de abril

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.