Distribuidora Larco se consolida na região Centro-Oeste e inaugura nova base

A região Centro-Oeste tem se consolidado, cada vez mais, como o celeiro do Brasil, e o agronegócio é um setor que tem impulsionado fortemente esse crescimento. A distribuidora Larco, que atua há seis anos na região, tem contribuído e acompanhado toda essa expansão.

Operando nos estados de Goiás e Mato Grosso, a Larco é referência como uma das 10 maiores distribuidoras de combustíveis do Brasil, ocupando a 135ª colocação na lista entre as 1000 maiores empresas do país, segundo o ranking divulgado no Anuário Valor 1000 – edição 2022, realizado pelo jornal Valor Econômico.

O agronegócio é a principal atividade econômica do Centro-Oeste e conta com todo o suporte da Larco na oferta de combustíveis de alta qualidade, na excelência do serviço e na segurança ao levar o produto final. A empresa distribui diesel S500 e S10 em toda essa localidade. Atualmente, mais que dobrou o seu volume de vendas na região, e, muito em breve, deverá superar os cinco milhões de litros comercializados só no estado de Mato Grosso.

O gerente territorial da Larco, Fábio Valdisser, destaca que a Larco tem muito para oferecer para toda a região e toda essa expansão vai ajudar a impulsionar a economia regional, mover as máquinas do agronegócio, os geradores dos hospitais, os tanques dos caminhões, entre outras aplicações. “A Larco vem crescendo na região Centro-Oeste de forma consolidada, trazendo credibilidade junto aos clientes, levando de ponta a ponta produtos de qualidade, uma prestação de serviços diferenciada, o que faz a nossa marca se expandir e se consolidar cada vez mais”, afirma.

Dando mais um passo no seu plano de expansão e fortalecimento, a Larco vai se tornar uma grande aliada do Centro-Oeste. Até o fim do ano, a distribuidora inaugura sua base própria em Senador Canedo (GO). Com um aporte de R$ 20 milhões, o espaço terá capacidade de 5.800 m³ de armazenamento de produtos, em um terreno de 25 mil m² e uma nova garagem central de apoio ao motorista, implantada em um terreno de 12 mil m².

Isso refletirá em uma maior produtividade das operações, garantindo um ambiente seguro para seus colaboradores e parceiros e um melhor atendimento às demandas dos clientes. A nova unidade, que atenderá todo o estado, vai contar com a mesma tecnologia de automação implantada na base de Candeias, em Salvador-BA.

Para atender cada vez melhor os seus clientes, a distribuidora atualmente conta com 14 bases de armazenagem de combustíveis localizadas estrategicamente por 10 estados do país, e uma frota com mais de 400 veículos (incluindo super bitrens, bitrens, trucks e carretas), além de uma rede de postos embandeirados em constante expansão.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Confira também: “Operação da Larco no Mato Grosso impulsiona agronegócio regional”

Confira também: “Distribuidora de combustíveis gera economia com venda direta ao produtor rural”

Sobre a Larco

larco petroleo

Genuinamente baiana, a Larco é uma distribuidora de combustíveis que mais cresce no Brasil.

A Larco nasceu em 2000, fruto da visão empreendedora do tradicional Grupo Evangelista, fundado em1956, líder em transporte urbano e metropolitano na Bahia.

Uma empresa ágil, que busca se diferenciar pelo atendimento personalizado e pela integridade dos combustíveis oferecidos através de uma excelente estrutura de distribuição, sendo sinônimo de Solidez e Credibilidade no mercado.

Diferencias da Larco:

  • Padrão de qualidade ANP (Agência Nacional do Petróleo)
  • CAP – (Centro de atendimento ao parceiro) por telefone ou pela internet.
  • Equipe de consultores com atendimento comercial personalizado presentes em cada região.
  • Equipe altamente qualificada, com um RH especializado em gestão de pessoas e motoristas treinados.
  • Treinamento de prevenção para acidentes com danos humanos ou ambientais.

Site: http://www.larcopetroleo.com.br/
Contato direto em Mato Grosso, para maiores informações: (65) 99919-5232 (Whatsapp)

AGRONEWS® é informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *