EFuel – a gasolina sem petróleo feito a partir de água e ar

Uma empresa chilena está desenvolvendo um novo combustível sem petróleo feito a partir de água e ar. O eFuel, como é chamado, funciona como uma gasolina comum que não é derivada do petróleo, e grandes empresas, como a Porsche, já estão apostando na Startup. Confira!

O novo combustível é uma criação da Highly Innovative Fuels (HIF). Todo o processo de produção do eFuel é feito sem utilizar o petróleo, tendo como matéria-prima apenas a água e o ar. No início deste mês a empresa conquistou US$ 260 milhões em capital para desenvolver combustível limpo a partir de energia renovável, incluindo uma aliança com a montadora alemã Porsche AG.

Investimentos

EFuel - a gasolina sem petróleo feito a partir de água e ar
Michael Steiner, Membro do Conselho Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da Porsche AG

A Porsche está investindo em uma área de negócios atraente com sua participação na HIF Global LLC. Os combustíveis sintéticos oferecem perspectivas atraentes entre os setores de transporte, desde a indústria automotiva até os setores de aviação e transporte. Além disso, o e-metanol é uma matéria-prima importante para outras aplicações, como na indústria química, onde pode substituir matérias-primas de origem fóssil. O e-metanol é um produto intermediário que é produzido durante a geração de eFuel“, explica Michael Steiner, Membro do Conselho Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da Porsche AG.

A fabricante de carros esportivos planeja inicialmente usar o eFuel do Chile em projetos pioneiros do automobilismo. No futuro, também é esperado que eles sejam usados para abastecer os próprios veículos da empresa com motores a combustão durante o abastecimento inicial na fábrica, e no Porsche Experience Centers.

Além da Porsche, marcas como Volkswagen, Audi e Bosch também estão apostando no desenvolvimento de combustíveis sintéticos e de zero carbono. O que demonstra uma tendência mundial para mercado automobilístico.

Instalação inovadora para fabricação do EFuel

A instalação inédita para o desenvolvimento do eFuel está localizada em Punta Arenas, na região de Magallanes, no Chile, a startup Highly Innovative Fuels (HIF) espera ser um passo inicial no caminho para uma revolução energética. O projeto “Haru Oni” da HIF é um local de 3,7 hectares e 55 milhões de dólares destinado a demonstrar um processo comercial viável para transformar vento, água e ar em combustíveis sintéticos que podem ser usados para alimentar tudo, de carros a navios a aviões, ao mesmo tempo em que reduz as emissões de carbono.

Para isso, são utilizados eletrolisadores, responsáveis por dividir a água em oxigênio e hidrogênio, por meio do uso de energia eólica. A partir daí, o dióxido de carbono capturado da atmosfera é filtrado e combinado com o hidrogênio da água para produzir o metanol sintético, que é convertido no eFuel. O processo é explicado em detalhes no vídeo abaixo.

Composto por uma turbina eólica, sistema de captura de carbono e instalações que diz serem capazes de fabricar 130.000 litros de combustível por ano, o projeto ainda está em construção, mas está programado para entrar em operação ainda este ano e começar a produzir gasolina sintética.

O processo de fabricação da HIF usa eletricidade gerada pelo vento para separar água em hidrogênio e oxigênio através de um processo chamado eletrólise. Enquanto isso, o dióxido de carbono é capturado a partir do ar atmosférico e fontes industriais. O hidrogênio é combinado com o dióxido de carbono e sintetizado em eFuels.

Uma aposta para o futuro

Meg Gentle, diretora executiva da HIF USA, disse que o processo pode ser usado para criar todos os tipos de combustíveis cotidianos, incluindo metanol, propano, gasolina e combustível a jato, que podem ser usados por motores padrão sem modificações. “Basicamente, qualquer coisa que pudesse ser refinada a partir de petróleo bruto também poderia ser feita dessa maneira“, disse ela.

Segundo a startup, os postos de gasolina não precisariam ser alterados, pois, os consumidores poderiam simplesmente acessar as bombas existentes e encher seus tanques. Além disso, o eFuel poderia ser transportado pelo mundo da mesma forma que outros combustíveis convencionais de hoje em dia.

EFuel - a gasolina sem petróleo feito a partir de água e ar
César Norton, Presidente e CEO da HIF Global

[O eFuel] é a nossa resposta ao desafio global das mudanças climáticas e descarbonização, que exige uma solução global, tornando nossa expansão em mercados internacionais uma parte crucial da nossa estratégia”, afirmou César Norton, Presidente e CEO da HIF Global.

E você, o que achou desta inovação? Escreva nos comentários.

AGRONEWS® é informação para quem produz

5 thoughts on “EFuel – a gasolina sem petróleo feito a partir de água e ar

  1. E como vinho
    Se no mundo da ficção, existe as minis usinas hidroelétricas tubulares, captando, energia movendo tudo que se move rodando, navegando, voando, e que não se move usando energia, sem precisar de recarga, água virá energia.

    1. Como agora a onda é combustíveis limpos e diminuir a poluição, eles não irão barrar essa novidade, eu aprecio e valorizo essas iniciativas, se eu não me engano já ouve um brasileiro que iniciou com um veículo movido a água, mas a máfia voltada a Petrobrás aposto que calaram a boca desse inventor, isso se não tiverem dado fim na vida deste inventor genial, mas agora o mundo aguarda isso e como está sendo fora do Brasil, a coisa vai para frente, se fosse aqui dariam um jeito de barrar e deixar somente a máfia ser beneficiada, através dos combustíveis fósseis, eu parabenizo e torço que se popularize para ser acessível e em conta, para o mundo poder usufruir.

  2. Só quero ver em menos de 30 anos esse combustível não vai ser acessível a maior parte da população melhor deixar os carros elétricos mesmos

  3. Brilhante sacada financeira, o q fica à deriva é o fato de que, irão trocar um poluente agressivo *o petróleo” por itens muito mais escassos e *”Finitos”* como a Água e o Ar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.