Em Mato Grosso, saldo da balança comercial cresceu em 2021

Segundo a Secex a balança comercial de Mato Grosso fechou 2021 com superávit de US$ 18,42 bilhões, alta de 12,11% ante a 2020

O bom desempenho do saldo em valores monetários foi impulsionado, sobretudo, pela alta dos preços das principais commodities exportadas. No que tange aos envios em toneladas, apesar de Mato Grosso ter encerrado 2021 com superávit de 38,72 milhões de toneladas, esse valor foi 7,47 milhões de toneladas menor em relação ao total de 2020, recuo de 16,18%.

O recuo foi puxado pelo menor envio de milho ano passado, em decorrência da quebra de safra ocorrida na cultura, exibindo redução de 6,96 milhões de t quando comparado a 2020. Do lado das importações, a classe dos fertilizantes representou 94,67% do volume total das aquisições internacionais de Mato Grosso, em 2021. As importações em dólar apresentaram alta de 72,97%, passando de US$ 1,80 bi em 2020 para US$ 3,11 bi em 2021, pautada na valorização dos preços dos fertilizantes.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

Em Queda: Em janeiro/22, o dólar recuou 2,07% frente a dezembro/21, em meio ao fluxo de capital para
economias emergentes, o avanço das ações de commodities e expectativa na alta da Selic.

Inflação: De acordo com o IBGE, em dezembro/21, o IPCA oficial foi de 0,73%. No acumulado de 2021 acumulou 10,06%, sendo a maior alta desde 2015 que ficou em 10,67%.

Selic: A taxa básica de juros da economia foi elevada pela oitava vez consecutiva. Com o novo ajuste do Copom, a Selic volta a atingir dois dígitos. Valor alcançado pela última vez em 2017.

Por Imea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.