Diárias de Mercado

Boi gordo: arroba do boi permanece firme neste final de julho

Em São Paulo, o volume de negócios evoluiu, assim como as escalas de abate

Além disso, a chegada da onda de frio em boa parte do país deixa os frigoríficos em alerta sobre os possíveis impactos sobre as pastagens e, consequentemente, na oferta.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Com isso, as cotações permaneceram estáveis na última quarta-feira (28/7) na comparação com o dia anterior.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, nas praças paulistas, o boi, vaca e novilha gordos foram negociados em R$317,00/@, R$294,00/@ e R$310,00/@, respectivamente, preços brutos e a prazo.

No Sudeste de Rondônia, apesar das escalas de abates curtas, que atendem de 3 a 4 dias, a oferta de animais foi suficiente para mantê-las. Assim, as cotações permaneceram iguais no comparativo dia a dia.

Já no Espírito Santo, com a oferta reduzida de boiadas, os frigoríficos abriram as ofertas de compra pagando R$1,00/@ a mais na comparação diária, para todas as categorias.

Em Mato Grosso do Sul, na região de Campo Grande, a menor oferta também resultou em alta de R$1,00/@ para o boi gordo na última quarta-feira (28/7).

Por Scot Consultoria

AGRONEWS – Informação para quem produz

 
telegram agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados