Diárias de Mercado

Citros: geada atinge pomares no estado de São Paulo preocupando agentes

O frio intenso observado no estado de São Paulo no início desta semana atingiu os pomares do cinturão citrícola, com registros de geadas em algumas áreas

Segundo colaboradores do Cepea, este cenário aumentou as preocupações de agentes quanto à produção de laranjas na temporada atual e ao vigor das plantas para a próxima safra, visto que as árvores estão próximas do período de indução floral e já debilitadas por conta do menor regime hídrico dos últimos dois anos.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Considerando-se a safra atual (2021/22), a qualidade das laranjas que estão nos pés deve diminuir – algumas das frutas que foram afetadas pelas geadas do fim de junho/início de julho já apresentam o interior seco e cristalizado. Além disso, algumas áreas tiveram quedas de frutos. Para a próxima temporada (2022/23), as árvores mais novas (em fase de brotação) devem ser as mais afetadas, assim como aquelas com maior incidência de greening. Quanto à tangerina poncã, não há previsão de impactos significativos no volume do estado de SP, já que a colheita está praticamente finalizada.

Por outro lado, em Minas Gerais, onde ainda há maiores volumes para serem colhidos, pode haver impacto negativo na qualidade das frutas. No caso da lima ácida tahiti, as preocupações são ainda maiores, visto que a fruta é bastante sensível a oscilações climáticas. Além disso, há áreas de lima ácida tahiti em diferentes estágios de desenvolvimento, inclusive com pomares em flor. Segundo colaboradores do Cepea, o frio intenso derrubou alguns frutos pequenos, brotamentos e flores.

Fonte: Cepea

AGRONEWS – Informação para quem produz

 
telegram agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados