CuriosidadesNotícias

Confira 6 mitos e verdades dos produtos lácteos

O leite é um dos primeiros alimentos de uma pessoa e, na grande maioria dos casos, acompanha nossas vidas até o fim em seus mais diferentes formatos, como queijo e iogurte. Mesmo assim, os produtos lácteos sempre estão envoltos de mitos, lendas e conceitos no senso comum que não correspondem à realidade. Na verdade, o leite e seus derivados são importantes elementos da dieta do brasileiro e conseguem unir a busca por vida saudável com sabor e bem-estar. É preciso, portanto, ter em mente quais são os reais benefícios e vantagens que eles podem proporcionar. Confira:

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

1 – Não há idade limite para o consumo do leite?

Verdade. Ainda que muitas pessoas associem o consumo de produtos lácteos à infância e adolescência, o fato é que esses alimentos são essenciais em todas as faixas etárias. A quantidade adequada desses ingredientes no dia a dia traz inúmeros benefícios à saúde. O principal deles está relacionado ao fortalecimento ósseo graças à grande quantidade de cálcio. Ainda, estudos mostram benefícios para o coração e ganho de massa muscular.

2 – Produtos lacfree retiram a lactose de seus ingredientes?

Mito. Essa característica ocorre com a adição da enzima lactase no processo de fabricação, permitindo a hidrólise (quebra) da lactose. Esse processo transforma a substância em glicose e galactose. Com o monitoramento da produção, é possível identificar a eficiência desse processo, garantindo qualidade maior no alimento e, principalmente, possibilitando seu consumo por pessoas intolerantes à lactose.

3 – Diabéticos devem ter orientação médica para consumir produtos lácteos?

lácteo

Verdade. Ainda que alimentos sem lactose não tenham adição de açúcares em sua fabricação e demais produtos lácteos utilizem a stevia (adoçante natural) em sua composição, pessoas com diabetes devem ter orientação médica para consumi-los. Isso porque eles podem conter glicose e galactose, substâncias que interferem diretamente no nível de açúcar no sangue das pessoas.

4 – Conservantes são essenciais para manter a qualidade dos produtos industriais?

Mito. Muitos pensam que para manter os produtos lácteos conservados por mais tempo em suas embalagens é preciso apostar em conservantes artificiais – comuns a outros itens industrializados. Entretanto, não precisa ser assim. Fabricantes que se preocupam com ingredientes naturais utilizam estabilizantes naturais como a pectina, substância extraída diretamente da casca de laranja, sem perda de qualidade.

5 – Produtos probióticos e iogurtes com adição de whey também são naturais?

Verdade. As linhas Probiótico e Natural Whey de fabricantes que valorizam e produzem alimentos naturais seguem o mesmo processo dos produtos lácteos tradicionais. A principal diferença diz respeito apenas à funcionalidade deles. Os probióticos, por exemplo, contam com culturas vivas que auxiliam no equilíbrio e na digestão. O Natural Whey, por sua vez, combina os ingredientes naturais com a riqueza proteica do leite.

6 – Os produtos lácteos não são indicados para dieta?

Mito. Na busca por mais qualidade de vida, muitas pessoas cortam o leite e seus derivados da dieta. É um erro que pode trazer sérias complicações à saúde. Primeiro porque esses alimentos são fontes importantes de nutrientes essenciais, como proteína, cálcio, vitaminas A, D e B12, fósforo, etc. Além disso, são ingredientes presentes em diversos produtos indicados para uma vida mais saudável, como iogurtes, barras energéticas, bebidas proteicas, entre outros.

Por Joanne Fiuza/ gerente da Verde Campo

AGRONEWS – Informação para quem produz

 
telegram agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados