CuriosidadesNotícias

Jumento, jegue, burro, mula e bardoto – Qual a diferença entre eles?

Você já viu animais semelhantes, e não conseguiu decifrar quem é quem? Já sentiu dificuldade em reconhecer a qual espécie aquele animal pertencia? Bem, se você se identificou com esse assunto, nós viemos falar sobre o jumento, o burro, a mula e outros animais que costumam ser confundidos pelas pessoas.

Assim sendo, esses animais podem ser bem semelhantes para leigos. Por isso,  acabam gerando dúvidas sobre quem é quem. Portanto, nós resolvemos desmistificar esse assunto, e lhe mostrar todas as semelhanças e diferenças entre esses animais.

Primeiramente, vale destacar que o asno é o nome popular que se dá para o burro e o jumento. Jegue, aliás, é um outro dos nomes que também se dá para esse mesmo animal.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Sobretudo, o jumento faz parte da espécie asinina. Enquanto o burro e a mula são da espécie muares.

Basicamente, os muares são o resultado do cruzamento entre equinos com asininos. Ou seja, éguas com jumentos, respectivamente.

Do mesmo modo, o bardoto é o resultado da reprodução entre um cavalo e uma jumenta. Ou seja, entre um equino com um asinino.

Vale ressaltar ainda que, embora sejam de espécies diferentes, tanto os equinos quanto os asininos fazem parte da família Equidae, do gênero Equídeos (Equus). Por sua vez, os muares são considerados o fim da linha biológica dos equídeos, devido à sua esterilidade.

jegue

Além do mais, com exceção do jumento, todos os outros animais que citamos, são híbridos. Ou seja, são resultado do cruzamento entre seres geneticamente diferentes. Nesse caso é entre equino com asinino. Assim sendo, essas crias se tornam estéreis.

Sobretudo, isso se dá porque o número de cromossomos em equinos, cavalo e égua; é maior que em asininos, jumento. Basicamente, enquanto um equino possui 64 cromossomos, um asinino tem 62. Assim sendo, o resultado desse cruzamento seria um animal com 63 cromossomos.

Logo, eles se tornam estéreis porque a parte biológica responsável pela reprodução em espécimes com números de cromossomos ímpares não funciona como deveria.

De forma geral, os equinos são de médio e grande portes. Inclusive, os maiores exemplos da espécie são o cavalo e a zebra.

Além do mais, esses animais possuem pescoços longos, cobertos por uma crina. A pelagem curta, cauda é comprida e fina, e, geralmente, terminada em um tufo de fios soltos.

Já os animais asininos são de pequeno e médio porte. A pelagem desses animais costuma ser acinzentada ou amarronzada. Geralmente, eles contam com orelhas compridas e pescoço grosso. Além disso, suas patas são finas e apresentam boa velocidade de locomoção.

Já os muares são de pequeno porte, e com patas finas. Basicamente, eles possuem uma pelagem acinzentada, e geralmente apresenta “cruz” desenhada na base da crina.

No entanto, estes animais se diferenciam das suas espécies de origem (equinos e asininos) por serem mais dóceis. Inclusive, eles também se diferenciam por conta de sua inteligência, adaptabilidade e resistência.

Sobretudo, por conta dessas características, estes animais costumam ser utilizados para diversas finalidades. Como por exemplo, no Brasil Colônia, os muares moviam engenhos e transportavam suplementos. Hoje em dia, em diversas regiões, eles ainda são muito usados em tarefas de esforço e resistência em áreas rurais.

O que achou da nossa matéria? Agora você sabe a diferença entre esses animais?

Fontes: Brasil Escola, Diferença

AGRONEWS® – Informação para quem produz

 
telegram agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados