Escurecer o sol? Aff, tanta fome no mundo e cientistas gastando dinheiro com isso

A geoengenharia solar, ou a ideia de injetar bilhões de dólares em partículas na estratosfera para tentar escurecer o sol, há muito é vista como uma resposta, de última hora, à suposta crescente crise climática. Será isso mais um devaneio da ciência moderna? Vamos tentar entender.

Geoengenharia solar

Com uma nomenclatura erudita, a intenção do projeto de geoengenharia solar é de reduzir os efeitos do aquecimento global. Embora existam muitas objeções à ideia de interferir em ecossistemas inteiros de uma só vez, mais e mais cientistas estão começando a investigar seriamente a possibilidade.

No mês passado, a Casa Branca anunciou um plano de pesquisa de cinco anos para estudar a geoengenharia solar, sugerindo que a ideia saiu do reino da ficção científica em um momento de aumento rápido das temperaturas e falta de metas climáticas.

Escurecer o sol Aff, tanta fome no mundo e cientistas gastando dinheiro com isso

Segundo especialistas e defensores da ideia maluca, a humanidade está caminhando para uma catástrofe, mesmo com o uso de combustíveis fósseis quase completamente paralisado. O Acordo de Paris é um tratado internacional juridicamente vinculativo sobre mudanças climáticas adotado por 196 países que concordam em fazer todo o possível para limitar o aquecimento global ao mais próximo possível de 1,5°C.

Mas alcançar esse objetivo provou ser quase impossível. Os esforços para reduzir as emissões de gases de efeito estufa não serão suficientes para atingir essa meta até o final do século, de acordo com o relatório de outubro das Nações Unidas sobre mudanças climáticas.

Essa perspectiva frustrante, faz com que mais e mais pesquisadores se voltem para a geoengenharia como um possível último recurso. E realmente pode ser mesmo, já pensou se isso acabar com a nossa existência?

Escurecer o sol Aff, tanta fome no mundo e cientistas gastando dinheiro com isso

Como será possível escurecer o sol?

A ideia parte do princípio de criar uma cortina de fumaça ao redor do sol. Assim como as partículas liberadas pelos vulcões causam a queda das temperaturas, injetar dióxido de enxofre atomizado na estratosfera teria resultados semelhantes. Os especialistas atualmente concordam que as partículas em grande escala podem realmente sombrear e resfriar a superfície da Terra. No entanto, muitos estudos são necessários para entender os efeitos colaterais, especialmente em escala global. E haja dinheiro para se fazer isso.

Efeitos colaterais desconhecidos

Embora os especialistas concordem que há uma boa chance de que essas partículas possam realmente sombrear e resfriar a superfície subjacente, estamos apenas começando a entender os possíveis efeitos colaterais, especialmente em escala global.

Por exemplo, as flutuações de temperatura podem desencadear condições climáticas extremas, como inundações, em lugares inesperados ao redor do mundo, tempestades e quem sabe uma nova era glacial.

Escurecer o sol? Aff, tanta fome no mundo e cientistas gastando dinheiro com isso

Além disso, há o fato de que os esforços de geoengenharia proposta por um país isolado, também possam trazer consequências políticas graves e potencialmente catastróficas, como uma guerra mundial.

Não achamos que exista um sistema de governança que possa decidir isso, e nenhum deles se justifica”, disse Frank Biermann, cientista político da Universidade de Utrecht. “Você teria que tomar decisões sobre a duração, o grau, e se houverem conflitos, queremos um pouco mais aqui, um pouco menos aqui, mas tudo isso precisa ser julgado.“, explicou o cientista ao The New Yorker.

Escurecer o sol Aff, tanta fome no mundo e cientistas gastando dinheiro com isso

Em suma, esta é uma ideia altamente controversa que pode nunca ser implementada porque exige que todos concordem.

Por exemplo, em um ponto em que os cientistas tentaram ativamente a ideia, mas ela foi encerrada quase imediatamente, o grupo ativista escreveu uma carta que até a ambientalista Greta Thunberg assinou.

Apesar da oposição, os líderes mundiais estão cada vez mais desesperados diante da possibilidade de uma catástrofe climática sem precedentes.

A geoengenharia como uma possível solução para esta catástrofe certamente será a última opção se continuarmos como uma comunidade global no caminho em que estamos“, disse Anote Tong, ambientalista e ex-presidente de Kiribati. Kiribati é uma pequena nação insular que foi muito afetado pelo aumento do nível do mar.

Na sua opinião: a humanidade algum dia terá que recorrer a medidas drásticas como a geoengenharia solar? Apesar da fome no mundo, gastar dinheiro com pesquisas como estas valem a pena? Escreva nos comentários.

AGRONEWS® é informação para quem produz

1 Comentário

  1. Dá até para duvidar que haja pessoas interessadas no bem do planeta e, por consequência, da humanidade. Na hora do aperto corremos, mas esta em uma corrida perdida. Queria ser otimista, mas não rola. Um mutirão mundial precisa acontecer. Por onde começamos? Pelo lixo? Rezar, talvez seja um bom começo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *