Mercado Financeiro

ESTADÃO: Oferta de milho cresce e setor de suínos e aves deve ter ano mais favorável

A safra recorde de milho projetada para esta temporada será um presente de ano-novo à agroindústria de aves e suínos, que em 2016 enfrentou muitas dificuldades por causa da oferta restrita do insumo. Devido ao clima adverso, o Brasil colheu 18 milhões de toneladas a menos na safra 2015/16 e os preços internos do cereal dispararam.

As cotações recordes comprimiram as margens da indústria, reduziram a produção de aves e suínos e limitaram investimentos. A situação começou a melhorar no segundo semestre, quando a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) passou a ofertar milho dos estoques e a indústria conseguiu importar do Mercosul. Além disso, por causa dos preços remuneradores – que superavam os do mercado internacional – tradings ofertaram internamente lotes que seriam exportados. Em 2017, o abastecimento tende a ser mais tranquilo.

A expectativa é de maior produção na primeira safra (verão) do milho, pois a lavoura cresceu, e também na segunda safra (safrinha), que deve contar com clima mais favorável às lavouras.

Fonte: NotíciasAgrícolas

Artigos relacionados
Diárias de Mercado

Boi: queda no preço do bezerro favorece relação de troca

Mercado FinanceiroNotícias

Milho: confira o custeio da safra 2022/23 em Mato Grosso

Mercado FinanceiroNotícias

Boi: preço médio da @ do boi gordo subiu em Mato Grosso

Diárias de Mercado

Milho: preço segue firme em junho de 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.