Notícias

EUA voltam registrar caso de Influenza Aviária de alta patogenicidade

Exames efetuados após aumento de mortalidade detectaram a presença da cepa H7N3 do vírus da Influenza Aviária em lote de criação comercial de perus em granja do condado de Chesterfield, estado da Carolina do Sul, nos EUA

Trata-se do primeiro caso de Influenza Aviária de Alta Patogenicidade (HPAI, na sigla em inglês) confirmado na avicultura norte-americana desde 2017.

Siga-nos no facebook e instagram

Conforme comunicado expedido pelo Serviço de Inspeção da Sanidade Animal (APHIS) do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), tudo indica que o sorotipo isolado decorre de uma mutação de cepa de baixa patogenicidade encontrada recentemente na avicultura da região.

De acordo com notificação encaminhada à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o problema afetou um lote de pouco mais de 34 mil perus, cerca de 5% dos quais registrou mortalidade inesperada. Detectada a origem, todo o lote remanescente foi submetido a sacrifício sanitário.

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/conheca-a-raca-de-cachorros-considerada-antialergica/

Por Avisite

Artigos relacionados
GeralNotícias

Influenza Aviária: nos EUA, surtos diminuem no mês de maio de 2022

Diárias de Mercado

Ovos: demanda se aquece e preços voltam a subir

Mercado Financeiro

Confira o desempenho do ovo, na granja, na 20ª semana do ano

Mercado Financeiro

Carne de frango: receita cambial segue com recordes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.