GeralNotíciasOpinião

Exclusivo: Em vídeo, Pres. do IBRAFE faz desabafo sobre o setor Feijoeiro

"Qual classe social no Brasil não consome feijão? o milionário? Quando você olha para o aspecto de consumo, ele (o feijão) também é uma causa social...", assista a entrevista e entenda!

Em entrevista exclusiva ao portal AGRONEWS, o presidente do Instituto Brasileiro do Feijão – IBRAFE desabafa e explica os detalhes sobre a Carta Aberta ao Setor Feijoeiro, publicada nesta sexta-feira (19) pela instituição, assista a entrevista no final desta matéria.

Quando você olha para o aspecto de consumo, ele (o feijão) também é uma causa social…”, estas são afirmações de Marcelo Eduardo Lüders – pres. do IBRAFE, que faz um desabafo sobre a situação atual do setor feijoeiro no Brasil.

Para entender melhor o teor da entrevista e a situação que se encontram os produtores de feijão, veja um trecho do texto publicado na Carta Aberta ao Setor Feijoeiro: “Com esta carta aberta, vocês, 1 milhão de produtores de Feijão do Brasil, com a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Feijão, do MAPA, e com os melhores profissionais da produção, alinhados aos empacotadores, exportadores, corretores, à imprensa e outras boas empresas e instituições que nos apoiam, estão convocados a se juntar aos esforços também da atuante Câmara Setorial do Feijão de São Paulo, ao atuante CBFP – Conselho Brasileiro do Feijão e Pulses – e à ABRAFE – Associação Brasileira das Indústrias de Feijão. Junte-se a nós. Solicitaremos uma reunião extraordinária de nossa Câmara Setorial, sob o MAPA, e convidaremos todos a participar. E, mais uma vez, não pequem por omissão. Ainda dá tempo de salvar muitas vidas.” O link para ler este material na íntegra está no final da matéria.

Setor Feijoeiro uma causa social

Durante a entrevista, Lüders relembra que o feijão é a mais barata das proteínas, com menor impacto ambiental e que esta presente na maioria das casas, principalmente das pessoas de baixa renda. Mas tudo isso pode estar comprometido com a política de preços aplicada no setor. “Quando você olha para o aspecto de consumo, ele (o feijão) também é uma causa social. Qual classe social no Brasil não consome feijão? o milionário?… Eu diria pra você o seguinte, nem o milionário deixa de consumir feijão, o que muda é a frequência, isso sim. A frequência nas classes sociais menos favorecidas é maior, precisa ser maior, É A DIFERENÇA ENTRE A VIDA E A MORTE.

Segundo o presidente do IBRAFE, a ministra Tereza Cristina já sinalizou ouvir as reinvindicações do setor após ter recebido a Carta Aberta, e por isso há um agendamento para uma audiência pública com Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Feijão, que acontecerá no dia 30 de março, as 14h, de forma online. No vídeo ele faz um apelo para que todos os produtores, entidades e população em geral participe deste momento. “O que eu quero de prático, leia a Carta Aberta e informe-se. A resposta do Ministério foi imediata, reunião no dia 30 de março, às 14h, online, você não precisará ir até Brasília, você precisará clicar em um link, a reunião será aberta a todos os produtores brasileiros, todos. E a Câmara Setorial garante que se as sugestões dos produtores brasileiros não forem possíveis de serem todas ouvidas durante esta audiência, a Câmara Setorial do Ministério da Agricultura com o apoio do Conselho Brasileiro do Feijão e do IBRAFE, vai responder a cada email, cada sugestão vai ser analisada. Então participe!“, conclama Marcelo Lüders.

Abaixo você pode assistir a entrevista completa e lembre-se de escrever nos comentários qual a sua opinião sobre os preços do feijão.

Link para ler o texto completa da Carta Aberta ao Setor Feijoeiro: CARTA ABERTA

Perfil do entrevistado

Marcelo Eduardo Lüders é natural do Rio Negro (PR), é presidente do Instituto Brasileiro do Feijão – IBRAFE e consultor da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Feijão do Ministério da Agricultura desde 2006. Atua como diretor da Correpar – Corretora de Mercadorias desde 1994. É especialista em feijão e corretor da Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM) desde 2002, além de editor do boletim diário Só Feijão desde 1995. Desde 2008, é membro do GPC Global Pulses Confederation. É o mentor e organizador do Fórum do Feijão, evento anual. Atua também como broker internacional, em especial de feijões, gergelim, pipoca ervilhas, palestrante sobre a cadeia produtiva e consultor de comercialização de feijões, pulses colheitas especiais.

Por: Vicente Delgado – AGRONEWS

#feijão #setor feijoeiro #ibrafe #agronews #agro #feijoeiro #produtores de feijão #carta aberta

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados