Exportação de arroz em julho é a maior de 2022, diz Abiarroz

O Brasil exportou 207,2 mil toneladas de arroz (base casca) em julho, com receita de US$ 66,3 milhões, informa a Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz), com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia

No comparativo mensal, julho foi o mês com melhor resultado no comércio externo do setor orizícola este ano. As exportações de arroz beneficiado também cresceram no mês passado.

De acordo com a Abiarroz, as exportações mais que dobraram em julho em relação ao mesmo mês de 2021, quando os embarques totalizaram 96,6 mil toneladas, com faturamento de US$ 30,1 milhões.

Em julho deste ano, o Brasil importou 120,6 mil toneladas, o equivalente a US$ 34 milhões. No mesmo mês de 2021, as compras externas chegaram a 80,6 mil toneladas, totalizando US$ 25,7 milhões.

De janeiro a julho, os embarques de arroz alcançaram 896,4 mil toneladas, representando US$ 265,7 milhões. Em igual período de 2021, as exportações totalizaram 572,5 mil toneladas, com faturamento de US$ 187,5 milhões.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Embarques de beneficiado ganham fôlego

Além do casca, o arroz beneficiado se destacou no comércio exterior em julho. No mês passado, as indústrias e cooperativas de arroz exportaram cerca de US$ 30 milhões. O resultado representa crescimento de 10% em relação a maio deste ano e de 157% na comparação com junho de 2022.

Entre os principais destinos estão Cuba (42% do total), Peru (26%), Senegal (15%), Venezuela (6%), Cabo Verde (2%), Arábia Saudita (2%) e EUA (2%), segundo a Abiarroz.

As exportações de arroz beneficiado ainda estão abaixo do pico atingido em março de 2022, de US$ 43 milhões. Mas, apesar da queda do dólar, o setor vem se recuperando, pontua a associação.

“A retomada do crescimento das exportações segue em linha com as ações do projeto Brazilian Rice, desenvolvido em parceria com a ApexBrasil”, diz Carolina Matos, gerente de Exportação da associação. “Além de iniciativas de promoção comercial, também estamos capacitando as empresas e levando informações diariamente sobre mercados estratégicos para o setor.”

Por Assessoria

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.