Exportação de carne de frango dos EUA volta a apresentar resultado negativo

Queda de produção, priorização do mercado interno ou redução de importadores

A causa efetiva não foi explicada, mas em julho passado as exportações de carne de frango retrocederam ao menor volume mensal em mais de três anos. De pouco mais de 250 mil toneladas, os embarques do mês retrocederam mais de 7% tanto em relação ao mês anterior como ao mesmo mês de 2021.

Frente a tal desempenho, o volume acumulado no ano voltou a apresentar resultado negativo, com queda próxima de 1% em relação aos mesmos sete meses de 2021 e total pouco superior a 1,9 milhão de toneladas. Tal volume correspondeu, também a 73% das exportações brasileiras do mesmo período (2,6 milhões de toneladas, considerada apenas a carne de frango in natura).

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

O recuo no ano se amplia no acumulado em 12 meses e que, até junho, vinha sendo inferior a meio por cento. Agora, com um total de, aproximadamente, 3,325 milhões de toneladas embarcadas em 12 meses, as exportações norte-americanas de carne de frango apresentam redução de 1,21% sobre idêntico período anterior. Na prática, o resultado atual é quase o mesmo registrado em idêntico período de dois anos atrás.

Fonte: Avisite

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.