Previsão do tempoClimatempo

Frio no Paraná atinge -5,2º e provoca mais perdas nas lavouras de milho

Frio no Paraná despencou as temperaturas em todo estado; General Carneiro registrou -5ºC e até cidades próximo ao Mato Grosso do Sul tiveram mínimas perto de 0ºC.

Frente fria no Paraná chegou forte nesta manhã de segunda-feira (19). A intensa massa de ar frio e seco que já dava sinais no final de semana, despencou as temperaturas nesta madrugada. De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), General Carneiro teve a mínima mais baixa, com os termômetros marcando -5,2ºC.

Nas regiões sul, sudoeste e central do Paraná foram registradas as temperaturas mais baixas desta segunda-feira (19). Em Pinhão, os termômetros chegaram a -4,4ºC e em Guarapuava, -4,4ºC.

Entretanto, em outras regiões, que não são acostumadas com temperaturas tão baixas, o frio também gelou os moradores. Em Paranavaí, Loanda e Umuarama, no noroeste, a sensação térmica chegou a 0ºC.

Geadas provocam perdas nas lavouras de milho no Paraná

Com menos milho no campo, os preços subiram, mas os agricultores não estão conseguindo aproveitar o momento porque não têm grão para vender.

frio no parana
Frio no Paraná atinge -5,2º e provoca mais perdas nas lavouras de milho

A colheita da segunda safra de milho começa nesta semana no Paraná, mas a forte geada no estado, que é o 2º maior produtor do Brasil, provocou perdas nas lavouras.

Com os prejuízos, as indústrias devem comprar o grão de outros países e estados do Brasil, o que há muito tempo não acontecia. E os agricultores tentam ainda amenizar os prejuízos com o seguro rural.

No início da temporada, a expectativa era de que o Paraná colhesse 15 milhões de toneladas, volume que pode cair para 6,8 milhões de toneladas. Uma redução de 53% em relação à estimativa inicial.

Com menos milho nas lavouras, os preços subiram, mas os agricultores não estão conseguindo aproveitar o momento porque não têm grão para vender. Diante da redução da oferta, o Paraná, que normalmente vende milho para outros estados e países, terá que trazer o grão de fora, o que não é comum.

O que resta para os agricultores do Paraná é esperar a colheita que inicia nesta semana para ter ideia do tamanho do prejuízo.

Frio no Paraná

Frio no Paraná
Jardim Botânico de Londrina amanheceu com bastante geada (Foto: Reprodução/ RIC Record TV Londrina)

Confira a lista de cidades mais geladas até às 6h, de acordo com dados do Simepar:

  • General Carneiro -5,2ºC
  • Pinhão -4,5ºC
  • Guarapuava -4,4ºC
  • Ponta Grossa -4,2ºC
  • Palmas -3,3ºC
  • Toledo -3,0ºC
  • Pato Branco -2,6ºC
  • Palotina -2,4ºC
  • Inácio Martins -2,4ºC
  • Irati -1,9ºC
  • Francisco Beltrão -1,8ºC
  • Cerro Azul -1,8ºC
  • Cândido Abreu -1,7ºC
  • Cascavel -1,7ºC
  • Jaguariaíva -1,7ºC
  • Clevelândia -1,6ºC
  • Colombo -1,3ºC
  • Cambará -1,1ºC
  • Foz do Iguaçu -0,9ºC
  • Palmital -0,9ºC
  • Lapa -0,7ºC
  • Assis Chateaubriand -0,6ºC
  • Laranjeiras do Sul -0,4ºC
  • Marechal Cândido Rondon -0,4ºC
  • Joaquim Távora -0,3ºC
  • Em Curitiba os termômetros registraram 1,6ºC.

Para esta terça-feira (20), a previsão é de geada novamente e temperaturas baixas. Entretanto, as mínimas devem ser um pouco mais elevadas.

Frio no Paraná,previsão do tempo,frio,paraná
Frio no Paraná atinge -5,2º e provoca mais perdas nas lavouras de milho

Recorde de frio no Brasil em 2021

Até o dia 17 de julho, a menor temperatura registrada oficialmente no Brasil, em locais habitados, foi de -7,5°C, em 29 de junho, na cidade de Bom Jardim da Serra, na região serrana de Santa Catarina, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia. No mesmo dia fez -6.5ºC em Urupema, também na serra catarinense, pela medição do Epagri/Ciram

No dia 1 de julho houve registro de -9,9°C na estação localizada no parque nacional do Itatiaia, a 2450 m de altitude. Por ser um lugar desabitado, a Climatempo adota como critério não considerar os dados desta estação para efeito de temperaturas recordes no Brasil.

O caminho do ar frio

Esta nova massa de ar frio polar passa sobre o Brasil com forte intensidade. O centro do ar frio (região de frio mais intenso), passará sobre a Região Sul durante a segunda-feira, 19 de julho, e depois vai avançar para leste de São Paulo, no dia 20. No dia 21 de julho, o centro da massa de frio já estará totalmente sobre o mar, próximo ao litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro, mas madrugada do dia 21 ainda será muito fria no Sul e no Sudeste do Brasil. O frio começa a diminuir no dia 22, com o maior afastamento do centro da massa de ar de origem polar.

O infográfico mostra o previsão de deslocamento do centro desta nova massa de ar frio de origem polar, entre os dias 18 e 21 de julho de 2021.

Veja a previsão do tempo para hoje em todas as regiões do Brasil

climatempo 19 de julho 2021
https://agronews.tv.br/climatempo-19-de-julho-2021-veja-a-previsao-do-tempo-em-todo-o-br/

AGRONEWS, *com informações de RICMAIS

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados