Fundo disponibiliza R$ 48 milhões para financiar o distribuidor de insumos

O fundo criado pela TerraMagna, Sparta e Grano Capital traz para o agronegócio o insumo mais importante: o crédito.

Voltado ao financiamento agrícola, o FIDC Agro SGT acaba de captar 48 milhões de reais, voltado ao custeio de soja.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Distribuidores do agro poderão se beneficiar com o serviço através da antecipação de CPRs (Cédula de Produto Rural), emitidas pelos produtores rurais nas operações de Barter – viabilizador comercial que consiste na troca de insumos pela produção agrícola.

“A operação alimenta diretamente o motor do nosso país, o agronegócio. Distribuidores terão a oportunidade de ter dinheiro à vista em caixa, sair do risco da operação de Barter, além de aumentar suas vendas e conseguir descontos na compra de insumos”, conta Bernardo Fabiani, diretor executivo da TerraMagna.

Conheça raças brasileiras de cães para pastoreio

Com a TerraMagna, distribuidores, agroindústrias e agricultores têm acesso a crédito justo e seguro.

No ano passado, a startup de crédito movimentou mais de 53 milhões de reais com o serviço de antecipação. Para 2021 a expectativa é chegar aos 500 milhões de reais.

AGRONEWS – Informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *