Notícias

Girolando lança campanha nacional para incentivar uso da raça

Girolando

A raça tem o maior número de animais com registro genealógico entre as leiteiras e a segunda que mais comercializa sêmen

A raça bovina leiteira Girolando, responsável por 80% do leite produzido no Brasil, acaba de ganhar uma campanha nacional para fomentar seu uso no país. A Associação Brasileira dos Criadores de Girolando deu início a uma ampla campanha promocional, intitulada “Girolando 5/8 – A Raça Nacional”. Ao longo de 2022, várias ações de marketing serão executadas para levar mais informações sobre os animais Puro Sintético e 5/8, composições raciais que são consideradas a raça propriamente dita pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

O público poderá participar ativamente da campanha, atuando como “Porta-voz do PS e 5/8”. Basta compartilhar conteúdos sobre a raça nos perfis do criador ou da propriedade e marcar a Associação de Girolando (@associacaogirolando) ou comentar nas postagens feitas pela entidade.

Atualmente, o Girolando é a raça leiteira com maior número de animais com registro genealógico e a segunda que mais comercializa sêmen. Entre os diferenciais da raça, estão a alta produtividade, rusticidade, precocidade, longevidade e fertilidade, além da alta capacidade de adaptação a diferentes tipos de manejo e clima.

Outras ações programadas são vídeos sobre a seleção de PS e 5/8, resultados alcançados por criatórios de várias regiões, informações técnicas sobre os touros, além da realização de eventos em exposições, como a ExpoZebu e a Megaleite. “Precisamos popularizar as informações sobre a raça Girolando, que é a base da pecuária brasileira, não só dentro do agronegócio, mas em toda a população nacional. O leite é um alimento importante para a saúde humano e as pessoas precisam conhecer como os criadores, no campo, têm trabalhado para selecionar animais produtivos e sustentáveis, tornando viável a produção de lácteos. Com essa campanha inédita, queremos mostrar ao país que o Girolando é com muito orgulho a Raça Nacional”, assegura o presidente da entidade, Odilon de Rezende Barbosa Filho.

História do Girolando

Genuinamente brasileira, a raça surgiu por volta da década de 1940, no Vale do Paraíba, estado de São Paulo, quando um touro da raça Gir teria invadido uma pastagem vizinha e cobrido algumas vacas da raça Holandesa.

Em 1989, as normas para formação da raça Girolando foram definidas pelo MAPA com base em estudos feitos durante o programa Procruza. O direcionamento dos acasalamentos buscou a formação de um grupamento étnico capaz de produzir leite de modo sustentável nas regiões tropicais e subtropicais. O objetivo foi a fixação do padrão racial na composição racial 5/8 Holandês + 3/8 Gir. Os animais PS são oriundos do acasalamento entre indivíduos 5/8.

No dia 1° de fevereiro de 1996, o Girolando foi reconhecido oficialmente como raça pelo MAPA, mas a definição sobre a composição racial que seria trabalhada para a fixação do padrão racial ocorreu anos antes.

De acordo com o superintendente Técnico da Girolando, Leandro Paiva, existem três principais justificativas para a oficialização da raça Girolando, com a fixação da composição racial 5/8 Holandês + 3/8 Gir:

  1. Composição racial que apresenta menor dissociação mendeliana (menor segregação);
  2. Melhor equilíbrio na proporção de sangue das raças mães;
  3. Maior padronização das características raciais após a bi mestiçagem.

Quer saber mais sobre a raça Girolando? então sugiro que veja a matéria com um dos maiores produtores da raça no Brasil, clique aqui para saber mais.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
Mercado FinanceiroNotícias

Boi: abate de bovinos em Mato Grosso diminuiu

Diárias de MercadoNotícias

Boi: diferença entre as arrobas de machos e fêmeas em 2022

GeralNotícias

"Agro da Gente" agora é Lei em Cuiabá-MT

EmbrapaEspecialistasNotícias

Árvores em sistemas ILPF neutralizam emissão de metano por bovinos no Cerrado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.