Mandioca: baixa produtividade mantém oferta reduzida

A disponibilidade de lavouras de mandioca de segundo ciclo continua baixa em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea

Muitos agricultores têm postergado a comercialização das raízes mais novas (entre 10 e 13 meses), por conta da baixa produtividade agrícola, que, em alguns casos, está até 50% abaixo do esperado para o período.

Nas regiões com diminuição mais expressiva da oferta, as empresas seguem se abastecendo em áreas mais distantes e, ainda assim, não conseguem suprir sua necessidade total. Nesse cenário, os preços continuam em alta, e a média semanal a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 1.1160,38 (R$ 2,0181 por grama de amido) de 21 a 25 de novembro, 1,4% acima da registrada no período anterior.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Atualizado (deflacionamento pelo IGP-DI), o valor médio da última semana avançou 60,8% frente ao do mesmo período do ano passado e é o maior desde novembro de 2017.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

]]>

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *