conecte-se conosco

Notícias

Mato Grosso: um pilar chamado Agronegócio

Publicado

em

Localizado no centro geodésico da América do Sul, o estado de Mato Grosso é considerado um dos principais centros de produção agrícola e pecuarista do mundo.

Jorgan Pereira 2
Jorgan Pereira

Essa história iniciou-se em 1940 na chamada “Marcha para Oeste” criada por Getúlio Vargas, então presidente da época, cujo movimento teve como objetivo acelerar o desenvolvimento da região Centro Oeste, até então pouco habitada e com uma densidade demográfica muito baixa.

Região rica em sua biodiversidade dos ecossistemas e com terras baratas, chegando a valer 100 vezes menos se comparadas as da região Sul, esses foram alguns dos atrativos que trouxeram milhares de famílias principalmente da região Sul e Sudeste a serem os principais colonizadores de algumas regiões dentro do estado, migrando principalmente para região Norte de Mato Grosso, o chamado “Nortão” colonizado em sua maioria por Sulistas, grandes produtores de cana-de-açúcar, soja, algodão, milho e carnes.

Siga-nos no facebook e instagram

Estado com maior extensão territorial da região centro-oeste, possui uma área aproximada de 903.357 km², tamanho equivalente ao de um país como a Venezuela. Essa área chegou a ser bem maior, antes da separação do estado ocorrida na década de 70, mais precisamente em 11 de outubro de 1977, onde se criou um novo estado chamado Mato Grosso do Sul. No início era grande o clima de incertezas relacionadas principalmente ao desenvolvimento do estado do Norte, pois, possuía uma grande área, mas, por outro lado, poucos municípios e uma população bem menor que a do estado do Sul. No entanto, com o passar do tempo os resultados dessa separação foram bem satisfatórios para ambos estados, pois, o crescimento e o progresso tornaram-se uma realidade e marca desses dois estados irmãos, sendo reconhecidos como grandes produtores agropecuaristas dentro do cenário nacional.

Leia também:  Confira curiosidades sobre o milho

Hoje Mato Grosso tornou-se um pilar econômico, contando com diversos investidores e uma tecnologia de ponta, a chamada “Agricultura de Precisão”, que potencializa os ganhos e diminui as perdas, facilitando a vida dos produtores.

Melhorando cada vez mais os números e cifras, Mato Grosso vem ajudando a sustentar a economia do país em pleno período de pandemia mundial causada pela COVID-19.

Com o setor do agro funcionando a todo vapor sem sofrer os efeitos relacionados ao escoamento da produção e a baixa nas exportações, Mato Grosso neste ano de 2020 se destaca por ser o estado da federação que mais contribui com o crescimento econômico no setor, segundo o Cepea/CNA, cujos dados recentes do primeiro bimestre indicam que o PIB do Agronegócio cresceu 2,42% no país.

Segundo dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) o agronegócio no estado de Mato Grosso é responsável por mais da metade de todo produto interno bruto (PIB) chegando a 50,5%.
Esse é o agronegócio mostrando que mesmo passando por um período de incertezas esses resultados nos trazem confiança para pensarmos de forma positiva, pois, um dos maiores temores no caso de uma recessão econômica mundial seria a escassez de alimentos, porém, nosso estado continuaria cumprindo seu papel como uma grande engrenagem que permanece intacta, nos enchendo de orgulho e esperança.

Leia também:  Bolsonaro recebe comitiva de Mato Grosso e autoriza vacinas extras para Várzea Grande

Por Jorgan Pereira, colaborador do MLA – Miranda Lima Advogados

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/conheca-curiosidades-interessantes-sobre-o-boi/

Publicidade
Clique para comentar

Comente sobre esta matéria

Tendências