DestaqueMercado do PeixeNotícias

Mercado do Peixe 10 de dezembro 2022, Brasil e o consumo per capita

No cenário mundial, Brasil ocupa a 14ª posição no consumo per capita de pescado. O European Market Observatory for Fisheries and Aquaculture Products – EUMOFA divulgou o relatório anual e você conferir no final desta matéria.

Mercado do Peixe 10 de dezembro 2022

Final da Copa do Mundo para o Brasil, hora de voltar a trabalhar normalmente. Nessa sexta-feira (10), tivemos a Assembleia Geral da peixe BR, com excelente participação dos associados. Foram apresentadas as principais ações no ano de 2022.

E por falar em boas novas, essa semana também tivemos a certificação da primeira planta de processamento de Tambaqui com selo BAP, lá da Pescada do Vale em Rondônia. Parabéns à toda equipe!

Artigos relacionados

O BAP – Boas Práticas de Aquicultura é um dos sistemas de certificação mais abrangentes para garantir a sustentabilidade dos produtos da aquicultura. Aperte o play para ver a análise completa!

O que é o PROGRAMA DE BOAS PRÁTICAS EM AQUICULTURA?

Administrado pelo GAA, o BA é o programa de certificação de aquicultura de terceiros mais abrangente do mundo, com padrões que abrangem responsabilidade ambiental, responsabilidade social, segurança alimentar, saúde e bem-estar animal e rastreabilidade.

Mercado do Peixe 10 de dezembro 2022, Brasil e o consumo per capita

O programa BAP cobre toda a cadeia de produção da aquicultura – plantas de processamento, incubatórios, fazendas e fábricas de ração.

Além disso, o programa é compatível com a Global Food Safety Initiative (GFSI), o Global Social Compliance Program (GSCP) e a Global Sustainable Seafood Initiative (GSSI).

Consumo de pescado per capita mundial

Outra notícia interessante para o setor é que o site da European Market Observatory for Fisheries and Aquaculture Products – EUMOFA fez um levantamento do consumo per capita de pescado no mundo e a primeira colocação é da Islândia, com mais de 90 kg por habitante/ano. Nós do Brasil ocupamos a 14ª posição, com apenas 9 kg por habitante. Isso significa que temos muitas oportunidades no mercado interno.

Outros países já demonstraram como fazer isso, hoje o nosso principal mercado de exportação de tilápia é os Estados Unidos, que tem um consumo per capita de 21 kg – que aliás é a média mundial. Vamos continuar trabalhando para chegar nos primeiros colocados.

Com relação ao mercado de peixe nativo, vamos esperar passar o ano para ver se a turma anima e paga melhor ao produtor pelo nosso peixe, aliás quem paga a conta é o consumidor. Então vamos esperar que o mercado consumidor se aqueça para o peixe nativo.

Mercado da tilápia

Já em relação a tilápia, essa semana o aumento já não foi tão significativo como nós observamos nas últimas 17 semanas, tivemos um pequeno aumento na região do Norte do Paraná na região dos Grandes Lagos, já na região do Oeste do Paraná não houve alteração de preços. Agora o que aconteceu mesmo, foi que subiu o peso médio de abate, praticamente em todas as três regiões. Isso de alguma forma era esperado, por que a velocidade de remuneração estava diminuindo, chegando o final de ano o consumidor às vezes faz alguma mudança com relação a proteína ingerida, mas o mercado continua bastante atrativo.

Estas foram as notícias da semana. Vamos que vamos!

Por Francisco Medeiro – Presidente da Peixe BR

AGRONEWS® é informação para quem produz

Relatório European Market Observatory for Fisheries and Aquaculture Products – EUMOFA

Artigos relacionados

Escreva um comentário

Botão Voltar ao topo