Milho: cotações seguem com leve queda nesta 3ª feira na Bolsa de Chicago

A terça-feira (03) começa com leves quedas para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT)

Após não operarem na segunda-feira devido ao feriado americano do dia do trabalho, as principais cotações registravam baixas entre 0,25 e 2,00 pontos por volta das 09h05 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/19 era cotado à US$ 3,57 com queda de 0,25 pontos, o dezembro/19 valia US$ 3,67 com desvalorização de 2 pontos, o março/20 era negociado por US$ 3,80 com baixa de 1,50 pontos e o maio/20 tinha valor de US$ 3,88 com perda de 1,50.

Segundo informações da Farm Futures, os preços do milho caíram da noite para o dia, continuando a consolidação a partir da quebra do USDA em 12 de agosto. Muitas áreas podem estar secas novamente esta semana com temperaturas amenas, embora até agora não haja sinal de deterioração nos rendimentos.

“A demanda por notícias também é irregular. O Brasil exportou 301 milhões de bushels de milho em agosto, um aumento de 21% em relação a julho e quase triplicou o total no ano passado, segundo o governo. Uma grande segunda safra e menor produção nos EUA permitiram ao Brasil invadir clientes regulares dos EUA neste verão, incluindo grandes importadores, como as fábricas de ração sul-coreanas”, aponta o analista de grãos Bryce Knorr.

Por Guilherme Dorigatti/ Notícias Agrícolas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.