Diárias de Mercado

Milho: indicador encerra março/22 em queda

milho

Os preços do milho seguem acumulando quedas no mercado brasileiro

No geral, o movimento de baixa esteve mais intenso no início da última semana, quando vendedores, com necessidade de “fazer caixa”, estavam mais flexíveis nos valores de negociação. Já a partir da quarta-feira, 30, muitos produtores se afastaram do spot nacional, reduzindo o ritmo de desvalorização do cereal.

Do lado comprador, segundo colaboradores do Cepea, boa parte já havia aproveitado os menores preços no começo da semana e recomposto os estoques e, nesses últimos dias, também reduziram as aquisições.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Nesse cenário, a liquidez esteve menor. Entre 25 de março e 1º de abril, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) caiu fortes 5,1%, fechando a R$ 92,04/saca de 60 kg na sexta-feira, 1º. Já a média mensal do Indicador foi de R$ 99,69/sc em março, alta de 3% sobre a de fevereiro.

Fonte: Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados
Diárias de Mercado

Batata: preço recua, colheita segue em bom ritmo

Mercado FinanceiroNotícias

Milho: confira o custeio da safra 2022/23 em Mato Grosso

Diárias de Mercado

Milho: preço segue firme em junho de 2022

Mercado FinanceiroNotícias

Milho: comercialização da safra 2021/22 segue lenta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.