Multiverso agroNotíciasOpinião

Multiverso Agro: Como seria o Brasil sem o Agronegócio?

E se… (What if…?) não houvesse agronegócio no Brasil? Dá para imaginar algo assim? O Brasil seria viável sem o Agronegócio? No multiverso isso é possível, vamos refletir juntos como seria o nosso país a partir desta perspectiva.

Nós aqui do AGRONEWS®, estamos lançando esta iniciativa “Multiverso Agro – O Brasil sem o agronegócio“, para explorarmos juntos com você, o que aconteceria se momentos importantes de todo o processo de industrialização do agronegócio no Brasil ocorressem de forma diferente ou simplesmente não ocorressem.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Especialmente pra você!

Neste multiverso, assim como nos filmes, exploramos as várias linhas do tempo alternativas em que os principais momentos do agronegócio ocorrem de forma diferente da nossa atual realidade. Somente assim, é possível imaginar este cenário que alguns movimentos tem pregado pelo mundo. Então vamos para o nosso primeiro episódio da série.

Multiverso Agro: Episódio 1 – O Brasil seria viável sem o Agronegócio?

Queremos começar a nossa saga neste universo paralelo com uma abordagem comercial e mercantilista. O Brasil seria viável sem o agronegócio?

O nosso país, como reconhecem a grande maioria, é o celeiro do mundo, mas existe um grupo que pensa e analisa de forma diferente disso. É justamente sob o olhar desta classe, normalmente vinculada a ideologias de partidos políticos da dita esquerda radical, que vamos avaliar esta possibilidade do fim do Agronegócio (E se…?).

É importante salientar que infelizmente estes adeptos da mão esquerda (não são todos) disseminam mentiras e Fake News sobre as diversas atividades desenvolvidas no setor agro e pregam aos 4 cantos de que há uma guerra entre o pequeno e o grande produtor, com a intenção de causar uma rachadura na sinergia que existe entre os trabalhadores rurais brasileiros. Nada mais falso que isso, já que inicialmente há um grande equívoco em afirmar que existe PEQUENO e GRANDE produtor. Isso é propositalmente uma tentativa de menosprezar os produtores de pequenas propriedades que integram a rede de negócios do setor Agro, e que em muitos casos, vendem a sua produção para os produtores de grandes propriedades, fechando todos os elos desta cadeia do agronegócio brasileiro.

Entendido isso, vamos a alguns dados do setor para nossa contextualização. Segundo o CEPEA – Centro de estudos Avançados em Economia Aplicada, o Agronegócio é a principal locomotiva da economia brasileira, onde representa sozinho 26,6% do PIB (Produto Interno Bruto), 42% das exportações, 13% do mercado de trabalho, 15% do consumo de bens e serviços e em 2021 o faturamento deste setor deve atingir significativos R$ 1.192.000.000.000,00 (Um trilhão, cento e noventa e dois bilhões de Reais).

E se…?

Admitindo simplistamente este multiverso sob o ponto de vista da viabilidade econômica, SEM O AGRONEGÓCIO, o Brasil perderia, de cara, os 13% de postos de trabalho que são gerados, fazendo com que uma grande parte destes trabalhadores migrem para os centros urbanos e consequentemente contribuam para o aumento direto na pobreza, problemas habitacionais, desemprego (óbvio), aumento significativo de violência, tanto doméstica quanto nas ruas e aumento da criminalidade. Além disso, o país não conseguiria arcar com os auxílios sociais, pois aumentaria o número de necessitados, diminuiria a arrecadação e naturalmente teríamos que importar aquilo que não produziríamos mais.

As indústrias que fabricam máquinas agrícolas, agroquímicos, ferramentas, agro acessórios, medicamentos veterinários, etc., fechariam causando mais desemprego e caos. Lembrando que com todas as restrições impostas pela pandemia do novo Coronavírus, foi o Agronegócio que segurou inúmeros empregos, manteve o pagamento de tributos e impostos e abasteceu a população. Mas enfim, estamos aqui admitindo a possibilidade do fim.

Agora imagine você, se o país não tivesse o Agronegócio para manter parte da economia ativa, será que teríamos condições de comprar de outros países alguns alimentos básicos, itens como: algodão, couro, borracha, álcool, carvão e outros produtos que necessitamos?

Mas isso vai ficar para o próximo capítulo da série “Multiverso Agro – O Brasil sem o agronegócio“.

Participe você também deste movimento! Deixe a sua contribuição nos comentários logo abaixo. Ajude a ampliar as possibilidades deste multiverso imaginário. Na sua opinião, como seria o Brasil sem o Agronegócio?

Por: Vicente Delgado – AGRONEWS, com apoio de Gilberto Vieira – Assessoria Animal

AGRONEWS® – Informação para quem produz

2 Comentários

  1. Muito importante essa matéria. O brasileiro, principalmente os veganos deveriam estar conhecendo e sabendo mais sobre o agro para cair na real.

  2. Parabéns pelo artigo. Precisamos mostrar à sociedade urbana a importância que temos para o País, especialmente para os que são contra o agronegócio.
    Enquanto em outros países os agropecuaristas possuem o respeito da população, aqui no Brasil sofremos ataques de toda ordem.
    Estamos perdendo a batalha da comunicação e temos que mudar esse jogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados