Direito AmbientalEspecialistas

Não venda seu crédito de carbono sem antes tomar os seguintes cuidados

Para fazer um bom negócio com a venda de crédito de carbono é importante prestar atenção na metodologia a ser empregada antes da assinatura de contratos.

Com uma ação pioneira e inédita no País, em 12 de maio de 2022, o Governo do Estado firmou convênio com a Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, por meio da assinatura de um memorando de entendimento com a ABNT para a certificação de neutralidade de carbono. Com isso, quem aderir ao programa Carbono Neutro MT terá o seu “selo” com reconhecimento nacional e internacional. Isso fez com que aumentasse a procura por crédito de carbono no Estado.

Mas antes de fechar um acordo comercial é importante ficar atento a algumas perguntas que não podem ficar de fora como: em qual atividade econômica esse carbono vai ser computado? Está em área de reserva legal? Qual será a empresa certificadora? E principalmente, quem vai custear tudo isso?

Assista abaixo a dica da Dra. Alessandra Panizi – especialista em Direito Ambiental.

Fique ligado, não assine contratos sem antes ter o auxílio de um especialista.

Por Vicente Delgado – AGRONEWS®

Artigos relacionados
EspecialistasDireito AmbientalNotícias

Decisão Judicial determinou que a SEMA adote o protocolo HÍBRIDO para o SIGA HIDRICO

Direito AmbientalEspecialistasNotícias

Lei nº 14.300/2022: marco legal da Micro e Minigeração Distribuídas de Energia Elétrica

NotíciasGeral

Mato Grosso entrega os 1° selos Carbono Neutro MT e certifica adesões ao programa

Direito AmbientalEspecialistasNotícias

Infração Ambiental: Saiba quais as mudanças do Decreto Federal nº 11.080/2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.