O que papagaio tanto escondia no tronco? Fazendeiro descobre e se emociona

Papagaio agia de modo estranho, fazendeiro resolveu averiguar o comportamento da ave e descobriu algo inusitado dentro do tronco, emocionado gravou um vídeo para contar o caso. Confira a gravação feita por Josemar no final desta matéria!

A história do Papagaio

Vamos começar essa história curiosa contando um pouco sobre essa ave inteligente e muito companheira. Há 14 anos, o fazendeiro Josemar Milli e sua esposa resgataram dois filhotes de papagaio. O casal os encontrou durante uma curta viagem que fizeram em uma localidade perto de sua cidade. Enquanto passeavam explorando o local (uma floresta) ouviram barulhos estranhos.

Curiosos foram averiguar o que era, foi então que encontraram a duplinha presa embaixo do tronco de uma árvore caída no chão. Ao vê-los naquela situação, não pensaram duas vezes e os resgataram. O casal os levou para casa e os tratou até que estivessem fortes o suficiente para seguirem seus caminhos.

Quando atingiram a maturidade, os salvadores libertaram os animais, um deles logo voou seguindo o seu destino, já o outro permaneceu. Apesar do Louro ser livre! Ele usa a sua liberdade para ir e vir e sempre volta pra casa. Quando retorna encontra um lugar especial para pousar: os ombros de Josemar. Faz anos que a rotina é assim, mas de uns tempos para cá o fazendeiro percebeu uma mudança de hábito meio estranha.

Louro sempre dormiu em casa, mas depois, durante três noites, ele dormiu em outro lugar”, disse Josemar. “E durante o dia, ele começou a ficar perto dessa cerca de madeira [oca].” completa.

O que papagaio tanto escondia no tronco? Fazendeiro descobre e se emociona

O que papagaio tanto escondia no tronco?

A ave há tempos rondava a cerca, pois havia feito um ninho ali, mas as visitas no local tornaram-se frequentes, na verdade, era como se o pássaro estive protegendo algo no local. Intrigado, Josemar foi conferir o que tinha ali de tão especial, foi então que descobriu que Louro adotou uma ninhada de três gatinhos.

O fazendeiro acredita que a gata da vizinha deu à luz no ninho e depois abandonou os filhotes. Por sorte a ave os adotou e chamou a atenção de Josemar, mostrando-o a ninhada, dando a chance de serem resgatados.

O homem os tirou de dentro da madeira oca e tentou aproximá-los de sua mãe biológica, mas a gata continuou a rejeitá-los. A gatinha pode ter rejeitado a maternidade, mas Louro não e os adotou como seus filhotes. “Ele pensa neles como seus bebês”, disse Josemar.

O homem os levou para casa e agora os filhotinhos além de terem Louro como ‘mãe’, também tem a felina de estimação de Josemar para cuidá-los, além de suas três filhas que decidiram adotá-los. “Nós os trouxemos para casa e estamos cuidando deles”, disse Milli.

Outra situação que aconteceu, foi o fato de a gata não aceitar mais os gatinhos e o Louro ficar brigando com o fazendeiro para tentar levar os gatinhos de volta para o tronco. “O Papagaio tá brabo, querendo levar eles de volta pra lá. Infelizmente a gata não aceitou eles mais e agora o jeito é a gente tratar deles.” finaliza Josemar.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Vídeo

Abaixo você pode conferir um compilado com os vídeos gravados por Josemar e compartilhado em seu perfil no TikTok. Realmente muito cativante esse exemplo da natureza. Aperte o Play!

Veja outras curiosidades em nosso caderno MUNDO ANIMAL.

Sobre a espécie

O Louro é um papagaio-verdadeiro, que é uma ave Psittaciforme da família Psittacidae. Conhecido também como ajuruetê, juru-etê, curau, papagaio-comum, papagaio-curau, papagaio-de-fronte-azul, papagaio-grego, papagaio-baiano, trombeteiro (Mato Grosso), papagaio-boiadeiro e louro, como aliás são chamados todos os papagaios domesticados em nosso País.

Não está classificada em nenhuma categoria de ameaça. Principais características, uma ave que mede entre 35 e 37 centímetros de comprimento e pesa cerca de 400 gramas.

Se distingue pela cabeça amarela, com azul-esverdeado na fronte e bochecha, narinas escuras, ombros vermelhos delineados com amarelo, asa com parte vermelha e extremos azul-escuro. Resto do corpo geralmente verde, mais claro entre o ventre e o rabo. Sua voz é bem típica: “krik-kiakrik-krik-krik”, “kréo”. A cor da íris dos adultos é amarelo-laranja no macho ou vermelho-laranja na fêmea, onde se destaca um fino anel externo vermelho, os imaturos têm íris marrom uniforme. O bico é negro no macho adulto.

Algumas fotos desta ave:

O que papagaio tanto escondia no tronco? Fazendeiro descobre e se emociona

* Com informações de Amo Meu Pet e Wiki Pássaros

AGRONEWS® é informação para quem produz

Siga o Agronews® nas redes sociais

Facebook AgronewsInstagram AgronewsTelegram AgronewsYoutube AgronewsWhatsapp Agronews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *