Pesca artesanal e aquicultura serão prioridades do novo Ministério

A posse de André de Paula marca o retorno do Ministério da Pesca ao Governo Federal.

O novo ministro da Pesca e Aquicultura, André de Paula, assumiu o cargo nesta tarde(03) em Brasília. Em seu discurso, defendeu o apoio e criação de políticas públicas para geração de renda e apoio a pescadores artesanais. “O novo ministério sinaliza o apoio ao desenvolvimento mais amplo da pesca artesanal, da aquicultura e da pesca industrial, cujo equilíbrio entre produção de alimentos saudáveis, geração de renda e trabalho, participação e justiça socioambiental devem caminhar juntos“, afirmou De Paula.

Em sua fala, o ministro também destacou a importância do desenvolvimento sustentável da pesca para gerar renda e segurança alimentar para milhares de pescadores, bem como o estímulo ao aumento da produção aquicultora no país, com o objetivo de abrir novos mercados de exportação e enfrentar o problema da fome.

Pesca artesanal e aquicultura serão prioridades do novo Ministério - agronews

Pesca artesanal e aquicultura serão prioridades do novo ministério

De Paula também mencionou investimentos na pesca e aquicultura, a retomada na emissão de licenças para embarcações pesqueiras e da carteira profissional de pescadores como questões prioritárias para o ministério. “A ineficiência nessas ações levou a prejuízos econômicos e excluiu pescadores artesanais do acesso às políticas públicas“, afirmou o ministro.

André de Paula afirmou que o ministério irá monitorar estoques pesqueiros e terá estatística como alvo. “Modernização das estruturas de processamento de pescados e segurança jurídica liderarão nossas iniciativas. Há necessidade de estimular aberturas de mercado para os pescados, principalmente o europeu. Na agenda internacional, estaremos atentos às oportunidades de captação de recursos de diversos fundos internacionais“, declarou. De Paula pediu também participação do setor produtivo para avançar nas agendas. “Entidades do setor estão convocadas aqui nessa jornada para dialogarmos e construirmos“, disse.

Setor produtivo confiante

Para o presidente da Peixe BR, Francisco Medeiros, este é um novo momento para a aquicultura e pesca no Brasil. “Acreditamos que com o setor produtivo e governo podemos construir um setor mais forte e mais competitivo.

Representantes do setor produtivo, incluindo o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Pescados – Abipesca e o presidente executivo da Associação Brasileira da Piscicultura – Peixe BR, participaram da cerimônia de posse de De Paula. Também estavam presentes o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, a ministra da Ciência, Tecnologia e Inovações, Luciana Santos, a ministra do Turismo, Daniela Carneiro, e o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres. Além disso, o ex-ministro da Pesca, Altemir Gregolin, e o presidente da Frente Parlamentar da Pesca e Aquicultura, Luiz Nishimori, também participaram da cerimônia.

Perfil resumido do novo ministro

André de Paula é deputado federal e atualmente é filiado ao PSD. Ele é natural de Recife, advogado de formação e servidor público de carreira. Durante seus mandatos na Câmara, assumiu cargos no governo de Pernambuco, incluindo secretário de Produção Rural e Reforma Agrária e secretário de Estado das Cidades. De Paula tem 61 anos de idade.

Por Vicente Delgado – AGRONEWS®

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *