Preço da gasolina reduz 6% em um ano, aponta Ticket Log

Média do litro da gasolina nas bombas é 8% acima do valor, quando analisado com a paridade com o mercado internacional

O último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL) apontou que o preço médio do litro da gasolina, comercializado a R$ 5,75 no fechamento de agosto, é apenas 6% menor em relação ao mesmo período de 2021.

“Se olharmos para o ano passado, o recuo nas bombas não chega aos dois dígitos, mas quando comparamos com as médias de junho deste ano, período anterior aos últimos recuos no preço do combustível, ocorridos após a redução da alíquota do ICMS no início de julho e reduções ao longo de julho e agosto, o preço da gasolina, que estava 7,56, já caiu 24%”, destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.

Em relação a julho, o litro do combustível reduziu 11,62%. “Vale ressaltar que, de acordo com entidades do setor, ainda temos uma situação de preço nacional 8% acima da paridade com o mercado internacional, em relação ao preço das refinarias. Devemos aguardar o cenário dos próximos dias, que tende a apresentar mais reduções no preço do combustível”, reforça Pina.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Já o etanol, comercializado a R$ 4,95, ficou 9,90% mais barato para o motorista no fechamento de agosto, se comparado a julho. No comparativo com um ano atrás, o valor do biocombustível baixou 4%.

Nos destaques por região, o Nordeste apresentou as reduções mais expressivas para os dois combustíveis. A gasolina fechou a R$ 5,80, com baixa de 14,56%; o etanol a R$ 5,21, ficou 11,05% mais barato.

A Região Norte se destacou no período com o maior preço médio para ambos os combustíveis: gasolina (R$ 5,97), etanol (R$ 5,35).

O Sul registrou as menores médias do País para a gasolina, que foi comercializada a R$ 5,48. O etanol mais barato de todo o território nacional foi encontrado nas bombas de abastecimento do Centro-Oeste a R$ 4,32.

Na análise por Estado, tanto a gasolina quanto o etanol, comercializados em Roraima, registraram as médias mais altas de todo o País. A gasolina no Estado fechou o período a R$ 6,49 e o etanol a R$ 5,81. Goiás liderou o ranking da gasolina mais barata, vendida a R$ 5,35, com recuo de 10,41%; e São Paulo apresentou o etanol com valor mais baixo entre os demais Estados, comercializado a R$ 3,86, com redução de 8,32%.

Os recuos mais expressivos para os dois combustíveis foram registrados nos postos de abastecimento do Piauí: 18,24% de baixa no valor da gasolina, que passou de R$ 7,23 para R$ 5,91; e de 13,17% para o etanol, que passou de R$ 5,56 para R$ 4,83. No período, o etanol se apresentou como mais vantajoso para abastecimento apenas em São Paulo e no Mato Grosso.

Por Ticket Log

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.