Preço da pluma do algodão na Bolsa de NY segue em queda

Após semanas de movimentações voláteis do algodão, os contratos da fibra na Bolsa de NY exibiram queda

No entanto, após o anúncio da flexibilização das restrições chinesas no que tange à política de Covid-zero, o Comitê Nacional de Saúde da China divulgou, na última segunda-feira (21), que o país teve um aumento no número dos casos da Covid-19.

algodão

As cotações da pluma vinham apresentando comportamentos voláteis, devido à ausência de fatores macroeconômicos relevantes que pudessem impulsionar os preços da fibra.

cenário causou apreensão no mercado da pluma, uma vez que o país pode retomar as medidas restritivas, comprometendo o desenvolvimento do comércio nacional e, consequentemente, internacional, dado que a China é a principal consumidora da fibra global. Diante disso, o contrato de dez-22 exibiu queda de 5,20% no comparativo semanal, ficando na média de ¢ US$ 82,42/lp.

Por fim, os rumores de uma possível moderação na taxa de juros norte-americana podem auxiliar na recuperação das cotações da fibra.

De acordo com a análise da semana anterior, “Em Mato Grosso, as paridades de dez/22 e jul/23 apresentaram alta do algodão no comparativo semanal, com valorizações de 2,62% e 2,38%, precificadas na média de R$ 162,84/@ e R$ 163,67/@, respectivamente”.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

  • Avanço: na reta final, o beneficiamento do algodão em Mato Grosso avançou 0,97 p.p. no comparativo semanal, atingindo 96,82% da produção total;
  • Redução: acompanhando as baixas nas cotações do petróleo, o preço do poliéster exibiu desvalorização de 4,97% em relação à semana passada, cotado a ¢ US$ 33,55/lp;
  • Baixa: com as quedas dos preços do algodão na Bolsa de NY, a paridade dez/22 apresentou
  • redução de 4,91% na semana, cotada na média de R$ 153,97/@.

Por Daniele Balieiro com informações do Imea

AGRONEWS® é informação para quem produz

]]>

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *