GeralNotícias

Raça Brahman impressiona pela alta performance na neve

Adaptabilidade da raça garante desempenho superior na pecuária de corte tanto no Brasil quanto em países de inverno rigoroso como os Estados Unidos

Adaptabilidade da raça garante desempenho superior na pecuária de corte tanto no Brasil quanto em países de inverno rigoroso como os Estados Unidos

Uma imagem de bovinos da raça Brahman em pleno vigor físico mesmo em uma área de pastagem coberta por neve, no Texas, nos Estados Unidos, chamou a atenção de muitos brasileiros já que por aqui a raça é conhecida por seu alto desempenho em regiões de clima tropical.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

O médico-veterinário e presidente do Conselho Deliberativo Técnico da Associação dos Criadores de Brahman do Brasil (ACBB), Fernando Roberto Pereira, esclarece que isso é possível em decorrência da grande adaptabilidade e rusticidade da raça da espécie Bos indicus (zebu). “É uma raça que vai bem no calor, na seca, no inverno úmido ou na neve, seja em regiões planas ou de serra. Ela tem sido muito usada em rebanhos comerciais por conta de sua adaptabilidade, mas também pelas características que mais geram rentabilidade para o pecuarista, que são aquelas relacionadas à qualidade de carcaça e ganho de peso”, explica o presidente do Conselho Técnico.

Raça Brahman na Neve

A foto que ganhou repercussão no Brasil veio da propriedade da Bar F Ranch Inc., localizada em Hungerford, cidade localizada no sudeste do Texas, que pertence ao criador Kally Jo Felcman. Segundo ele, a raça é muito utilizada na região, conhecida mundialmente por manter algumas das linhagens mais antigas de Brahman. “Por aqui, a raça foi criada no início de 1900, a partir de cruzamentos entre outras raças zebuínas, dentre elas Guzerá, Nelore e Gir, e desde então vem sendo aprimorada”, conta Felcman.

O pecuarista estadunidense confirma a alta adaptabilidade da raça citada pelo presidente do Conselho Técnico. “Uma semana atrás tivemos uma explosão no Ártico, onde as temperaturas estavam abaixo de zero e nossos Brahman suportaram muito bem essas temperaturas congelantes São animais que suportam também o forte verão do Texas, quando as temperaturas chegam a 37 graus e o gado continua pastando normalmente enquanto os bovinos da espécie taurina precisam ficar à sombra”, assegura o criador.

De acordo com Felcman, nem mesmo o manejo sofre muitas alterações. No inverno, os animais recebem apenas uma dieta mais rica em proteína e feno. “Os pecuaristas da minha região valorizam muito o Brahman, pois é uma raça que todos conseguem ter lucro”, assegura.

O presidente do Conselho Técnico da ACBB, Fernando Roberto Pereira, destaca que a situação da raça no Brasil é similar. “Há uma forte demanda pelo touro Brahman de norte a sul do país para serem usados em cruzamentos em rebanhos comerciais, pois é um animal com bom desempenho a campo, resistente a endo e ectoparasitas e ao estresse térmico. Além da rusticidade, o touro Brahma vai fornecer produtos de carcaça melhor, de melhor desempenho, seja no pasto ou no confinamento”, conclui Pereira.

Por Larissa Vieira

AGRONEWS – Informação para quem produz

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados