conecte-se conosco

Mercado Financeiro

Saldo da balança comercial de arroz no acumulado do ano-safra é de 417,5 mil t, diz Abiarroz

Publicado

em

arroz

O Brasil exportou 1,68 milhão de toneladas de arroz (base casca) no acumulado do ano comercial (março a janeiro)

Nesses 11 meses, o país importou 1,27 milhão de t, o que resultou num saldo de 417,5 mil t. Os volumes superam os de igual período do ano comercial 2019/2020, quando as vendas externas alcançaram 1,27 milhão de t, as importações, 954.447 de t e o superávit, 322.782 de t.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Os números foram divulgados nesta quarta-feira (10) pela Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz) e pelo Sindicato da Indústria do Arroz no Estado do Rio Grande do Sul (Sindarroz-RS), com base em estatísticas do Ministério da Economia.

O desempenho alcançado no acumulado do ano comercial, marcado por dificuldades decorrentes da pandemia de covid-19, reflete a eficiência e a competitividade do setor orizícola brasileiro, que conseguiu abastecer o mercado interno e outros países, avalia a Abiarroz.

Produtores de arroz gaúchos miram exportações em 2021

No entanto, em janeiro deste ano, a balança comercial brasileira de arroz foi deficitária: as importações totalizaram 131,2 mil t, e as exportações, 21,3 mil t. O volume de vendas externas no mês passado teve redução de 58,2% em relação a dezembro de 2020. Foi a menor quantidade embarcada em um mês desde abril de 2010.

Leia também:  Soja: valores oscilam neste final de mês

“O saldo negativo de janeiro é reflexo da baixa disponibilidade do produto no mercado interno e da menor condição competitiva do arroz brasileiro no atendimento do mercado externo”, pontua o diretor-executivo do Sindarroz-RS, Tiago Sarmento Barata.

Por Abiarroz

AGRONEWS – Informação para quem produz

Publicidade
Clique para comentar

Comente sobre esta matéria

Tendências