Segundo a Unica, a região centro-sul já acumula uma produção de 2,10 milhões de m³ de etanol de milho

O aumento da produção nos últimos meses é reflexo, sobretudo, do incremento na margem bruta de esmagamento do milho para produção de etanol

Para se ter uma ideia, Mato Grosso é o principal produtor de etanol a partir do cereal na região, apresentou no mês de nov/21, uma margem de R$ 60,05/sc, o que cor responde a 89,26% do preço do cereal no período. Cabe destacar que esse foi o maior share da margem sobre o preço do milho desde dez/19.

Dentre os fatores que contribuíram para este cenário, está a valorização do etanol hidratado, que já aponta +13,98% no comparativo mensal do indicador de etanol hidratado para Mato Grosso do Cepea (livre de impostos). Diante desse cenário, o aumento da margem bruta de esmagamento do cereal para produção de etanol, pode continuar incentivando o setor a ampliar a sua produção nos próximos meses.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

Retraindo: o preço médio do milho disponível em Mato Grosso apresentou uma queda de 1,23% em relação à semana passada, ficando cotado na média de R$ 66,03/sc.

Subindo: as cotações do cereal na CME-Group corrente apresentaram alta de 1,06% em relação à semana passada, ficando na média de US$ 5,79/bu.

Queda: o prêmio de Santos apresentou um recuo de 5,33% em relação à semana passada. Assim, a cotação média ficou em US$ 1,14/bu.

Fonte: Imea

AGRONEWS® – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.