conecte-se conosco

Geral

Sobrevivemos ao eclipse solar, veja o registro completo feito pela NASA

Publicado

em

eclipse solar anular

Por volta das 5h12 (horário de Brasília) desta quinta-feira (10), aconteceu um eclipse solar anular. O evento, assim como o eclipse solar total, se dá pelo alinhamento entre a Terra, Lua e Sol, mas com uma diferença crucial: nosso satélite natural não cobre o Sol por completo no eclipse anular, que acontece quando a Lua está mais distante da Terra e, portanto, seu diâmetro aparente não cobre todo o disco solar. Dessa maneira, a partir da perspectiva terrestre, enxergamos um “anel de fogo” ao redor da sombra lunar. Para muitos estudiosos do ocultismo, esoterismo e outros ismos, este evento poderia representar o final dos tempos, mas felizmente isso que aconteceu e estamos aqui vivos para acompanhar este acontecimento.

Uma pena que nós brasileiros não conseguimos ver o fenômeno daqui do Brasil. Só foi possível observar o eclipse solar anular em regiões do hemisfério norte como Canadá, Rússia e Groenlândia. Já em partes dos EUA, Europa e Ásia, o eclipse foi visível de maneira parcial.

Este foi o primeiro eclipse solar de 2021, o segundo está previsto para 4 de dezembro e será o único do tipo anular neste ano. No Brasil, o próximo eclipse anular acontecerá somente em 14 de outubro de 2023 e poderá ser visto em seu auge nas cidades de Natal e João Pessoa. Enquanto esse dia não chega, podemos admirar o eclipse solar, graças ao registros feito pela NASA. Então confira abaixo a transmissão ao vivo realizada no momento do acontecimento. (PS. o vídeo esta certo, a imagem fica preta pois o sol esta encoberto pelo eclipse, se preferir avance o vídeo até 29:28 minutos)

AGRONEWS – Informação para quem produz

Publicidade
Clique para comentar

Comente sobre esta matéria

Tendências